Secretário de Ricardo questiona realização de evento do Governo do Estado

O secretário adjunto de Desenvolvimento Social da Prefeitura de João Pessoa, Lau Siqueira, fez circular na internet um email em que questiona o motivo da realização ontem e hoje, na praia do Cabo Branco, de um evento do Governo do Estado dedicado às crianças. Trata-se do "Universo Criança". Em seu texto, Lau afirma que o Governo optou por não promover este ano o Festival Nacional de Artes (Fenart), mas decidiu investir em uma festa "provavelmente mais cara que o Festival", já que a estimativa de público é de 100 mil crianças.

"Escutei na rádio oficial do Estado, Rádio Tabajara, que o mesmo Governo Maranhão que não teve recursos (nem vontade) para fazer o Festival Nacional de Artes, realizou uma mega festa para as crianças, na Avenida Beira-Rio, provavelmente muito mais cara que o Fenart, já que anuncia um evento para 100 mil crianças. Contraditoriamente, o Governo do Estado alegou que não faria o Fenart por problemas na estrutura física do Espaço Cultural e anuncia um festival estadualizado, para abril de 2010. Ora, se é estadualizado, para que esperar as reformas do Espaço Cultural (que está interditado para a cultura, mas liberado para feiras)?. Claro que vão dizer que isso nada tem a ver com a disputa eleitoral de 2010", diz Lau em sua correspondência eletrônica.

Finalmente, Lau lamenta que não tenha havido uma parceria da Prefeitura com o Governo para a promoção de um evento único para as crianças: "Se soubéssemos que o Governo do Estado também
pretendia fazer sua festa para as crianças, teríamos procurado uma parceria já que para nós prevalece o interesse público.

Municipal – A Prefeitura de João Pessoa realizou ontem à tarde o "Dia de Brincar", seu evento comemorativo ao Dia das Crianças. Segundo Lau, a festa municipal foi mais simples: "Foi um evento simples, realizado com nossos educadores, com os programas mantidos pela SEDES e Governo Federal e animado por artistas da cidade".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.