Seap já realizou mais de 1.000 testes de Covid-19 em policiais penais e detentos

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária já realizou mais de 1.000 testes em detentos e policiais penais. A Seap dispõe de equipes próprias de saúde e possui kits para testes rápidos disponíveis para testagem em apenados e policiais penais nas 72 unidades prisionais da Paraíba. A responsabilidade por realizar os testes no Sistema Penitenciário é da própria Seap através de seus profissionais da área de saúde.

O secretário Sérgio Fonseca destacou que esta semana a Seap recebeu 1.600 kits de testes rápidos do tipo IGG/IGM, que possuem nível de sensibilidade de 95%. Os testes estão sendo realizados em policiais penais e apenados com sintomas semelhantes à Covid-19.

Os kits foram enviados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). De acordo com o secretário, essa disponibilidade de testes coloca a Seap em um patamar de testagem acima da média nacional no sistema penitenciário. A Seap também recebeu da Secretaria de Estado da Saúde (SES) outros 360 kits para testes rápidos e desse total já utilizou 330.

Sérgio Fonseca reafirma que “a Seap segue aplicando com eficácia as inúmeras medidas preventivas e de combate à Covid-19, ações essas definidas no Plano de Contigência elaborado em março e que tem sido uma espécie de manual dos gestores e todo o efetivo de policiais penais.”

Em João Pessoa policiais penais são testados no ambulatório instalado na Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, situada em Mangabeira, e na central de testagem instalada no pátio do Hospital Edson Ramalho, que atende todos os agentes de segurança pública. Em relação aos apenados com sintomas os testes acontecem nas unidades prisionais. Em caso positivo eles são levados para o pavilhão reservado na Penitenciária Média, na Capital.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.