Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Santiago garante inocência em desvio de verbas e complica Bosco e Evani; veja

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O deputado federal Wilson Santiago (Republicanos) prestou depoimento na última terça-feira, 19, à juíza federal Cristiane Mendonça Lage e negou que tivesse participação no esquema de desvio de verbas públicas investigado pela Operação Pés de Barro. O parlamentar afirmou que não conhecia o empresário George Ramalho, que se tornaria delator do esquema e acrescentou que quem lhe apresentou a ele foi o ex-prefeito de Uiraúna João Bosco Fernandes, que chegou a ser preso depois de uma operação controlada em que George, com o conhecimento da PF, entregou a Bosco dinheiro que seria propina da obra da Adutora Capivara. O ex-prefeito recebeu os valores, colocou embaixo da roupa e deixou o hotel onde havia recebido o dinheiro de George. Dentro e fora do local ele foi filmado e fotografado pelos agentes da PF.

Santiago afirmou que que ouviu falar sobre os recebimentos de dinheiro por parte do ex-prefeito Bosco Fernandes e de Evani Ramalho, ex-secretária parlamentar de seu gabinete e que ela começou a trabalhar com ele quando era deputado estadual a pedido de um ex-prefeito de Santa Helena-PB. Ao ser questionado se teria recebido propina como sua ex-funcionária havia declaro, o deputado foi taxativo e disse que em 30 anos de vida público isso nunca aconteceu.

“Eu nunca recebi nenhum tostão de ninguém. Nem de Evani e nem de Bosco… se tiver alguém que me entregou 10 centavos… e isso não é de hoje, não. É de 28 anos de mandatos e 30 de vida pública. Fui surpreendido com isso [acusação de Evani]. Disseram aqui que ela era carente, mas todos sabiam que ela era uma pessoa de boas condições. Ela tinha um salário razoável, mas uma vida boa. Ela viajava muitos fins de semana para Fortaleza, fez duas viagens para o exterior em 2019… então, não era pobrezinha como eu vi a declaração, não. Ela tinha carro, apartamento que tinha financiado uma parte, mas a maioria não foi financiada. Ela pagou cirurgia plástica cara, que falam em R$ 40 mil. Bosco ia inaugurar obras porque existia um prazo final que era 30 de junho de 2018. Então, ele convidou prefeitos, que ele era presidente da associação de prefeitos da região, e anunciou a obra e foi lá que eu conheci o George, que ele me disse que patrocinou o carnaval da cidade em 2018”, declarou Wilson Santiago.

Ele também negou que tenha ficado com uma pasta verde levada por Maria Rosalina, ex-funcionária da empresa Terradrina, de propriedade de uma filha de Santiago. A pasta, segundo o processo, conteria dinheiro de propina. A denúncia diz que ela teria recebido o dinheiro de George e levado para o apartamento de Santiago, de onde saiu sem a pasta.

“Eu não sei. Eu não estava lá. Inclusive, tem filmagens do dia que ela esteve e eu soube depois que ela entrou com o motorista da Câmara na garagem e saiu. Depois, ele foi procurado por Rosalina porque ela não estava conseguindo ter acesso porque ela não era cadastrada na portaria. Ela não subiu. Que eu saiba, não. O que eu soube depois é que lá tem um sistema com 34 câmeras e seria fácil identificar quem esteve lá. A PF esteve lá e o síndico informou que entregou todas as imagens em HD. Eu soube que Bosco pediu para pegar uma pasta de documentos que ele tinha deixado lá”, resumiu o deputado.

Por fim, o deputado relatou que é inocente e que a operação de recebimento de propina foi protagonizada por Evani Ramalho, Bosco Fernandes e Israel Nunes. Confirmou também ter dito que George Ramalho era um mal pagador, mas explicou que estava se referindo aos compromissos cotidianos e não a propina e que George seria acusado de desviar cerca de R$ 120 milhões no Estado de Rondônia.

Clique aqui para conferir o depoimento completo

 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

cirurgia

Hospital Metropolitano realiza cirurgia inédita em criança com paralisia cerebral

WhatsApp-Image-2023-05-30-at-10.28.57

Semob-JP realiza campanha e comando educativo para incentivar doação de sangue nesta terça

padre_egidio____foto_reproducao-750x375-1-1-750x375

Caso Padre Zé: audiência de instrução contra padre Egídio de Carvalho é adiada

666bb76c-ae3b-8285-dab9-9bc726fdb94b-800x500

Cícero Lucena decreta luto de três dias e dá nome do vereador Professor Gabriel a escola municipal

enem_202023-900x600

Inscrições para o Enem 2024 começam nesta segunda

WhatsApp Image 2024-05-27 at 15.48.04

Prefeitura de João Pessoa usa drones em ação de combate ao Aedes Aegypti nesta segunda

Luiz Couto 2024

Couto diz que PT sai fortalecido com candidatura própria e aposta em Cartaxo

Raissa Lacerda

Raíssa Lacerda vai assumir vaga deixada por Professor Gabriel na Câmara

Luciano Cartaxo 21

Cartaxo comemora decisão do PT: “Estou feliz e confiante no desempenho”

fabianogomesazul

Fabiano Gomes passará por cirurgia nesta terça em Campina Grande