Ruy Carneiro defende combate a estigmas e mitos sobre câncer

O presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer na Câmara dos Deputados, deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB), lembrou o Dia Mundial do Câncer como forma de chamar atenção da população e do governo para a importância da conscientização e educação sobre doença. A data é celebrada todo dia 4 de fevereiro em diversos países e no ano passado, 80 nações se mobilizaram em torno dessa bandeira.
 
Ruy Carneiro observou que o tema deste ano é em função do 5º objetivo da Declaração Mundial do Câncer: combate a estigmas e mitos sobre o câncer, sob o slogan “Desmascarando os mitos”. “Essa data é importante para quebrar barreiras e desmistificar a doença. Existem falsas ideias disseminadas na sociedade, mas é preciso vencer o preconceito e tratar o câncer com a naturalidade que o tema merece”, afirmou.
 
-Primeiro é preciso debater sobre o assunto, conversar sobre o tema em família, com os amigos, colegas de trabalho. Também é importante chamar atenção da sociedade sobre a possibilidade de evitar o câncer. Como? Com hábitos saudáveis adotados, se possível, desde a juventude. Além da ampliação da rede que possibilita o direito ao diagnóstico e tratamento da doença, defendeu Ruy.
 
O Dia Mundial do Câncer é uma iniciativa da União Internacional Contra o Câncer (UICC). No Brasil, a iniciativa tem apoio do Instituto Nacional do Câncer (INCA) considerado estratégico para o controle do câncer na América Latina.
 
Palestra em São Paulo – O deputado federal Ruy Carneiro foi convidado pelo Instituto Oncoguia para ser um dos palestrantes do IV Fórum Nacional de Discussão de Políticas de Saúde em Oncologia que acontece em São Paulo, nos dias 5 e 6 de fevereiro. O Fórum, reconhecido por ser o único do país a reunir os mais diversos agentes no universo do câncer para a discussão dos principais problemas enfrentados pelo paciente brasileiro, pela primeira vez tem a programação estendida em dois dias de evento.
 
Ruy será um dos debatedores do painel “Garantindo os direitos dos pacientes: bate papo com quem pode fazer a diferença”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.