Ruy Carneiro apresenta argumentos técnicos para mínimo de R$ 600

Na defesa do salário mínimo de R$ 600, o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), apresentou os motivos técnicos que comprovam a viabilidade econômica do Governo Federal com relação ao reajuste do mínimo.

– O aumento adicional proposto pelo PSDB vai representar um acréscimo que não chega a R$ 18 bilhões nas despesas orçamentárias da União, não se justificando que esse impacto inadmissível. Isto porque, há no Orçamento da União uma clara subestimativa de receitas previdenciárias para 2011, explicou o parlamentar.

Como forma de garantir o salário mínimo para os trabalhadores brasileiros, o deputado federal Ruy Carneiro, defendeu que o Governo Federal faça cortes em despesas não prioritárias ou inflacionadas no Orçamento da União. “Como gastos com publicidade, cargos em comissão, passagens e outros gastos derivados da ineficiência da máquina pública”, sustentou.

Ruy citou ainda a margem de redução no pagamento dos juros da dívida pública, caso o Executivo desenvolva uma política macroeconômica coordenada, aliviando o peso do combate a inflação na política monetária.

O federal da Paraíba disse ainda que, “o salário mínimo de R$ 600 garantirá, por um lado, melhoria das condições de vida de grande parte dos trabalhadores e aposentados brasileiros que recebem apenas o piso salarial. Por outro lado, servirá como incremento na economia brasileira”, finalizou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.