Romero promete lutar para a compra de tomógrafo e emendas para a entidade

O deputado federal eleito Romero Rodrigues prometeu todo o seu empenho, no sentido de contemplar o Hospital da FAP, situado em Campina Grande, e que atende a quase todo o Estado da Paraíba, com emendas no Congresso Nacional, e junto ao governador eleito Ricardo Coutinho, para apoiar as atividades da casa hospitalar. Respondendo a um apelo da direção da entidade prometeu se empenhar para a destinação de recursos para a aquisição de um tomógrafo para a instituição, que segundo levantamentos custa em torno de 400 mil reais, e que será da maior importância para os serviços prestados pela entidade.

“Será muito honroso ajudar o Hospital da FAP que presta relevantes e reconhecidos serviços à comunidade paraibana e de Estados vizinhos. Podem contar comigo na Câmara dos Deputados.  Faço esta visita para me colocar à disposição. Estou aqui para dizer de viva voz da satisfação em colaborar. Acredito e reconheço a boa aplicação das verbas por parte dos que dirigem esta respeitável instituição. Estou aqui em paz, e procurando sempre fazer o bem” disse.

Acrescentou que “devo tudo a Campina Grande e a Paraíba, desde a minha eleição para vereador, depois para a Assembleia Legislativa e agora para a Câmara Federal, onde somente em minha cidade consegui quase 50 mil votos e no Estado como um todo 95 mil sufrágios. Quero retribuir a confiança depositada pelo povo de nosso Estado. Os recursos que destinarei à FAP, através de emendas, a partir do próximo ano será por merecimento desse hospital. Quero ao término do meu mandato como deputado federal ter feito algo de concreto em prol da população paraibana. Quero ser útil e continuar trabalhando com sinceridade como sempre tenho feito”.

Na oportunidade, Romero foi recebido pela diretoria da FAP. Se fizeram presentes à reunião o presidente Manoel Florentino de Medeiros Neto; o gerente técnico Luiz Barros Sobrinho; o gerente administrativo-financeiro, Severino Santiago da Silva; o gerente do centro cirúrgico, Pedro Saulo; o coordenador de patrimônio, João Batista Filho; o presidente da comissão de licitações, Diogo Gadelha; o coordenador de transportes, Evaldo Martins; o médico Jairo Sales, dentre outros.

Os dirigentes do hospital manifestaram a preocupação com os poucos recursos financeiros de que dispõem para administrar uma instituição complexa e que presta serviços reconhecidos à sociedade.

O presidente Manoel Florentino de Medeiros Neto assinalou que, por mês a entidade realiza cerca de 500 cirurgias. Para se ter uma ideia das ações do hospital a FAP se mantém com verbas do SUS, de doações quando é arrecadado cerca de 125 mil reais, de atendimento a particulares e de convênios, e, principalmente, de indicações de recursos provenientes de emendas parlamentares. Além disso, o Governo do Estado destina recursos financeiros, mas bastante reduzidos para a aquisição de medicamentos, segundo o presidente que pediu apoio de Romero Rodrigues para interceder junto ao futuro Governo para ampliar os valores hoje que estão bastante defasados e reduzidos para fazer frente às necessidades da população.

Após a reunião, Romero visitou várias alas do hospital em companhia dos diretores da casa, sendo cumprimentado por servidores e pacientes.
 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.