Romero nega que ação enfraqueça permanência de Cícero como presidente

O deputado federal Romero Rodrigues (PSDB) negou que a abertura de uma ação penal contra o presidente de seu partido e senador Cícero Lucena enfraqueça-o no projeto de continuar comandando os destinos do diretório estadual. Para Romero, o assunto não tem relação direta com a disputa entre Cícero e Cássio pela presidência do PSDB da Paraíba:

– Ele vai se manifestar através de seus advogados e todos têm direito à defesa. Não podemos fazer antecipação de culpa a Cícero Lucena ou a quem quer que seja. Não vamos colocar isso no rol da discussão da presidência do PSDB estadual. Não precisamos disso. Temos que manter a relação da melhor forma possível. Evidentemente, todos sabem meu posicionamento. Se houver disputa, eu não sei se vai ter, eu tenho meu posicionamento. Muitos sabem qual é. Se não sabem, na hora certa, haverei de revelar.

Outro assunto abordado por Romero na entrevista concedida no último sábado durante o lançamento do PSD de João Pessoa foi o projeto de disputar as eleições municipais em Campina Grande. O federal, cujo nome está à disposição para concorrer à Prefeitura da Rainha da Borborema, defendeu a unidade das oposições para derrotar o grupo do prefeito Veneziano Vital do Rêgo:

– Tivemos 65% dos votos em Campina Grande. Está demonstrado que a união das oposições, novamente, será imprescindível para a vitória nas eleições de 2012. Portanto, estrategicamente temos que trabalhar com essa perspectiva de união de oposições.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.