Romero entrega tomógrafo, veículos e vistoria obras do Centro de Hemodiálise

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, realizou diversas atividades, nesta quinta-feira (16), no Hospital Municipal Pedro I, no bairro do São José. Acompanhado pelo deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), vereadores e secretários, fez a entrega do novo tomógrafo da unidade e de dois novos veículos para a Rede de Saúde Mental. Também lançou os serviços Saúde na Hora e Melhor em Casa. Por fim, vistoriou as obras do futuro Centro de Hemodiálise de Campina Grande, na área do hospital.

Em entrevista, o prefeito ressaltou que o Centro de Hemodiálise, em fase de construção, receberá 130 pacientes por mês, de Campina Grande de 130 outros municipios. A partir de abril a capacidade será ampliada em mais de 50%. O investimento é de R$ 700 mil com recursos próprios da prefeitura. A previsão de entrega é neste primeiro semestre de 2020. Além disso, haverá reforma e melhoria das demais instalações do Hospital Pedro I.

Sobre o futuro centro, o prefeito fez questão de agradecer o apoio do deputado federal Ruy Carneiro para a liberação de recursos destinados ao Centro de Hemodiálise, fazendo com que a unidade seja dotada de modernos equipamentos, beneficiando pacientes oriundos de mais de cem municípios pactuados com Campina Grande.

Por sua vez, o deputado federal Ruy Carneiro reforçou o seu compromisso com a cidade, sobretudo na área da Saúde.

Tomógrafo

Em seguida, Romero Rodrigues entregou oficialmente o novo aparelho de tomografias do Hospital Municipal Pedro I. O investimento foi de aproximadamente R$ 1 milhão com recursos próprios. Inicialmente, serão realizados quase 700 exames por mês, que devem ser ampliados, gradativamente, até chegar a mil procedimentos mensalmente.

Melhor em Casa

Romero lançou ainda o Programa Melhor em Casa, que será formado inicialmente por três equipes que darão assistência a pacientes acamados com atendimento domiciliar.

O projeto foi aprovado pelo Ministério da Saúde e o serviço deve começar a funcionar ainda no primeiro trimestre de 2020. As equipes serão compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais, que atenderão mensalmente cerca de 180 usuários.

As equipes trabalham de forma itinerante, indo até as residências dos pacientes. Alguns serviços como transporte para suporte a procedimentos externos também serão disponibilizados pela Secretaria de Saúde.

Saúde na Hora

Já o Programa Saúde na Hora vai beneficiar comunidades periféricas, além do Distrito de Galante. O projeto piloto já foi implantado no bairro de Santa Rosa. O atendimento à população terá horário elastecido, estendendo-se das 7h às 19h, de segunda a sábado. As unidades não fecharão em horário de almoço. Inicialmente serão três equipes.

Por fim, outra ação desenvolvida nesta quinta-feira pelo prefeito Romero Rodrigues foi a entrega de dois novos veículos para a Rede de Saúde Mental de Campina Grande, atendendo o CAPs 24 horas.

 

Comentários