Romero classifica como “golpe e jogo sujo” troca de comando do PSD com entrada de Daniella

O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, classificou nesta terça-feira (29) como “um jogo sujo, baixo, um golpe na democracia” a mudança no comando do PSD, com a entrada da senadora Daniella Ribeiro, que passa a comandar o partido na Paraíba a convite do presidente nacional Gilberto Kassab.

Além de surpreso, ele disse estar profundamente triste com a mudança, que o retirou do comando da legenda no Estado.

“Fiquei profundamente triste. Tirar partido político? Nunca passou pela minha cabeça tirar de inimigos, imagine de pessoas que são da relação, que é da convivência, de quem eu tenho respeito, de quem ligava pra mim. É triste isso, imaginar que ainda hoje no Brasil a gente se depara com coisa desse tipo na política”, declarou Romero.

Segundo ele, política deve ser feita, primeiramente, com espírito público. “É importante que cada pessoa tenha acesso a um partido, por que, afinal de contas, se vamos nos apropriar de todos os partido e não vai ter eleição, a eleição vai ser um plebiscito”, questionou.

Ele lembrou que há mais de cinco meses vinha trabalhando, montando chapas para deputado estadual e federal, para a disputa das eleições deste ano. Romero é pré-candidato a deputado federal.

“Infelizmente, no cotidiano, a gente se depara com pessoas que usam o poder do mandato para dar um golpe baixo desse, no final do processo eleitoral”, disse, se referindo ao prazo final para troca de partidos.

Apesar da decisão, ele disse que está tranquilo e que não guarda mágoas e nem rancor.

Romero disse ter recebido várias ligações de solidariedade, como do ex-senador Cássio Cunha Lima, o deputado federal Pedro Cunha Lima e o deputado federal, Ruy Carneiro, entre outros parlamentares e lideranças políticas.

Disse também que já recebeu convite de outras legendas para filiação, mas que ainda não teve tempo para decidir.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.