Romero aponta irregularidade em Aterro Sanitário anunciado por Veneziano

O deputado Romero Rodrigues disse estranhar que somente depois de mais de sete anos o prefeito de Campina Grande tenha anunciado a extinção do lixão de Campina Grande, apesar das promessas de campanha terem incluido a essa proposta. Para ele, a solução apontada pelo gestor, de encaminhar os resíduos a um aterro sanitário em Puxinanã, irá onerar os gastos com o lixo:
 
“É estranho que o prefeito Veneziano Vital do Rego somente agora tenha acordado para o problema, e apesar disso está disposto a sacrificar mais ainda a população de Campina Grande, onerando a taxa de lixo. Além de causar danos ambientais em Puxinanã, quando seria mais lógico buscar uma solução em Campina Grande. Na calada da noite, apareceu essa solução milagrosa, que onerará os impostos cobrados pela Prefeitura junto à população, pois com certeza os custos serão aumentados consideravelmente”, declarou.
 
O tucano, que é pré-candidato a prefeito da Rainha da Borborema, adiantou que o aterro em Puxinanã está sendo feito sem autorização da Sudema e de outros órgãos ambientais, o que ameaça o meio ambiente e poluirá a água da região, conforme as denúncias de ambientalistas.
 
"A atitude da Administração de Campina Grande é ilegal e irresponsável, pois não se pode construir um aterro sem a autorização dos órgãos competentes, o que é um verdadeiro crime contra a sociedade que está sendo ameaçada com esse ato. Sem qualquer explicação, a Prefeitura através dos seus gestores está tomando essa atitude ilegal”, denunciou Romero.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.