Romero acredita que Ricardo Coutinho fará maioria antes da posse

O deputado federal eleito Romero Rodrigues (PSDB) previu ontem, durante uma entrevista concedida à Rede Paraíba Sat, que o futuro governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) deverá ter maioria na Assembleia Legislativa antes de tomar posse, em 1º de janeiro. A dedução do tucano foi feita com base nas presenças de 14 parlamentares eleitos e as ausências justificadas de outros dois, que somam 16 apoios do socialista no legislativo. Segundo Romero, outros nomes devem se agregar ao bloco governista até o final do ano.

– Estamos conversando com outros deputados e outros partidos que podem aderir à base. O Governo deve ter maioria e eu acredito que conseguirá isso antes mesmo de tomar posse.

Otimista, Romero acredita que até mesmo seu colega João Gonçalves (PSDB), que disputou com Ricardo Coutinho a eleição municipal de 2008, poderá engrossar as fileiras da base do PSB:

– Eu não vejo porque João Gonçalves não ser governista. O PSDB será Governo a partir de janeiro. João tem um compromisso com o desenvolvimento da Paraíba e não há porque ele não se integrar.

Ao ser indagado se a lógica valeria para o senador Cícero Lucena, presidente do partido, o deputado respondeu:

– O problema de Cícero é pessoal, mas espero que ele pense no Estado e não no gestor.

Também provocado sobre sua postura de oposição ao prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), de Campina Grande, Romero disse que está disponível ao diálogo e, como deputado federal, poderá destinar emendas ao município de comum acordo com o gestor:

– Eu sou adversário dele porque não concordo com suas práticas políticas e nem com o rumo da gestão, mas estou disponível para uma conversa institucional. Poderemos, por exemplo, apresentar uma emenda para a estrada de acesso ao hospital da FAP. Oposição a ele, eu continuarei sendo, mas este tipo de assunto tem que ser discutido.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.