Rodrigo Soares pede que Luiz Couto formalize denúncia contra PT

Mafalda Moura

O deputado estadual e presidente do Partidos dos Trabalhadores na Paraíba, Rodrigo Soares comentou, em entrevista a uma emissora de TV local, a declaração feita pelo deputado federal Luiz Couto, também do PT, sobre ter sido abandonado pelo partido nas eleições de outubro. Rodrigo disse que o PT não cometeu nenhuma ilegalidade e se o deputado acusa, precisa fazer isso formalmente junto ao Ministério Público. 
 
– O PT não comete ilegalidades. Se ele está acusando, ele que protocole e formalize as acusações junto ao Ministério Público, mas o PT não pratica questões que sejam ilegais.
 
O deputado disse ainda que não houve nenhum tratamento diferenciado para candidatos dentro do PT. De acordo com o dirigente, cada um conseguiu seus apoios a partir dos contatos. Rodrigo ainda lamentou a recusa de participação de Luiz Couto junto ao Partido dos Trabalhadores no pleito de 2010. 
 
– Não houve nenhum favorecimento desse ou daquele candidato. Cada um fez sua campanha e conseguiu seus apoios da forma como fez seus contatos. Lamento o partido não ter contado com o deputado Luiz Couto, gostaríamos muito que ele tivesse apoiando as deliberações partidárias, mas como não o fez, o partido tem que se deter em discutir essas questões – finalizou.

Recentemente, Couto acusou o diretório estadual de ter trabalhado contra sua candidatura à reeleição. Ele se queixou da inclusão da candidatura de Jeová Campos no pleito, disputando hipoteticamente o mesmo segmento eleitoral, além do fato de ter sido obrigado a entrar na Justiça para ter direito às inserções e ao guia eleitoral da televisão. O padre também demonstrou mágoa com o fato de o partido ter doado $ 142,5 mil e contemplado o colega cajazeirense com 111 inserções e o deixado sem nada.

Rodrigo Soares, contudo, alega que o dinheiro da doação foi encaminhado a Jeová Campos pelo PT Nacional e aconselhou o deputado federal reeleito a reclamar com a executiva nacional da legenda.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.