Ricardo propõe políticas para segurança, tecnologia e São João

O governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) destacou avanços de sua gestão na administração penitenciária e a implantação de políticas públicas pioneiras para o segmento. O tema foi respondido durante debate entre os candidatos ao governo, realizado pela TV Tambaú na manhã deste sábado.
 
Sobre a recomendação de fechar o presídio do Roger, feita pelo Ministério Público, Ricardo disse que isso acontecerá assim que o Estado tenha condições de abrigar os detentos provisórios que estão no presídio.
 
Ricardo relembrou ainda os projetos pioneiros de ressocialização implantados em sua gestão, como a criação de alas exclusivas para LGBT nos presídios estaduais, a implantação de um campus da UEPB dentro do presídio do Serrotão, em Campina Grande, e as políticas de inclusão produtiva. 
 
“Entretanto, é preciso que a política penitenciária seja compreendida como nacional, porque nenhum estado consegue chamar para si esta responsabilidade, não há recurso disponível”, ponderou o governador.
 
Ao responder sobre segurança pública, o socialista voltou a desmentir os números apresentados pelo candidato de oposição Cássio Cunha Lima (PSDB), provando que o índice de homicídios na gestão tucana aumentou para 34 para cada 100 mil habitantes.
 
“Sua gestão não comprou nenhum armamento, as viaturas eram empurradas porque não tinha combustível, e os policiais de lugares mais distantes tinham de fazer cotas para comprar gasolina. Seu governo foi omisso, relapso, e permitiu que a insegurança tomasse conta do estado”, criticou.
 
São João – Ele falou ainda que fará a duplicação da estrada de acesso ao distrito de Galante para incentivar o acesso dos moradores no dia a dia e dos turistas que utilizam o tradicional durante o período junino.
 
Respondendo aos internautas sobre o apoio aos festejos juninos, Ricardo garantiu que continuará investindo no Maior São João do Mundo de Campina Grande. “Neste ano investimos R$ 800 mil na divulgação do São João de Campina Grande na TV Globo e na TV Brasil, além de promovermos o Circuito do Forró nos bairros, que promoveu a descentralização dos festejos”, lembrou.
 
“Os festejos juninos representam a alma nordestina. Assumimos um governo com dificuldades com um Estado que gastava 58% da Receita Corrente Liquida (RCL) e não tinha capacidade de investimento. Mesmo assim estabelecemos uma política de incentivo aos eventos como São João de Campina Grande, o Circuito do Frio e o retorno do Bregareia, nos municípios do Brejo paraibano”, finalizou o governador.
 
Destq – Ricardo Coutinho afirmou, também, que os investimentos de R$ 121 milhões em ciência e tecnologia em sua gestão apresentam resultados positivos na agregação de valor pelo conhecimento e na atração de empresas e grandes eventos para a Paraíba. A declaração foi feita durante o debate realizado pela TV Tambaú na manhã deste sábado (27).
 
Ricardo destacou que seu governo garantiu a instalação de um centro de pesquisa da multinacional Sony ao lado no CITTA, em Campina Grande, que contará com 250 cientistas gerando receitas, renda e preparação do Estado para o futuro.
 
“Também destacamos o Tecnova, que investiu R$ 15 milhões na inovação tecnológica de 31 empresas instaladas na Paraíba e abrimos o Centro de Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo (CITTA), emCampina Grande”, lembra o governador.
 
Ele também destacou a importância da realização da Copa do Mundo de Robótica, que trouxe à Paraíba mais de quatro mil participantes de diversos países, movimentando o setor do turismo e da economia da Capital paraibana. “Estamos recuperando a década perdida também nos investimentos em Ciência e Tecnologia”, criticou Ricardo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.