Ricardo diz que Correio e Rede Paraíba se odeiam, mas se unem contra ele

O governador Ricardo Coutinho (PSB) estava particularmente contundente n noite desta quinta-feira no Esporte Clube Cabo Branco, onde seu partido, o PSB, apresentou o ex-secretário João Azevedo como pré-candidato ao Governo do Estado e recebeu filiações de várias lideranças políticas. O socialista manteve o mistério quanto à sua permanência ou não no governo e disse que só anunciaria sua decisão durante uma coletiva que será concedida às 10 horas também no Cabo Branco.

Um dos momentos que chamou a atenção em uma entrevista concedida ontem à noite foi a crítica de Ricardo aos dois maiores grupos de Comunicação do Estado: Sistema Correio e Rede Paraíba. “Tive a coragem de quebrar os privilégios e adotar medidas que os outros não adotavam porque perderiam o apoio das elites. Uma parte das elites, inclusive da comunicação, hoje bate em mim. os grandes, os maiores sistemas de comunicação batem em mim. Mas podem bater que não tem problema, não. Eu continuo trabalhando e dedicando a eles as coisas boas que estão acontecendo neste Estado. Para mim, o importante são as mudanças que estão acontecendo e a minha gratidão eterna ao povo da Paraíba que me deu essa oportunidade.

Em seguida, ao ser questionado sobre as críticas recebidas pela criação de uma guarda particular, o governador afirmou que isso teria sido uma criação de Rede Paraíba de Comunicação e do Sistema Correio: “Eles se odeiam entre si, mas meu maior prazer é perceber que nas eleições eles se juntam contra mim”.

Comentários