Ricardo comenta caso de Efraim e diz que cabe ao senador decidir seu futuro

O pré-candidato do PSB ao Governo da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), evitou esticar a polêmica e as especulações sobre uma eventual retirada da chapa majoritária do senador Efraim Morais, alvo de denúncias de nomeação de servidoras fantasmas em seu gabinete. Em entrevista concedida ao apresentador Célio Alves, da Rede Paraíba Sat, Ricardo disse que a decisão compete apenas a Efraim Morais:

– Isso é uma questão que pertence ao senador Efraim Morais. Não tenho qualquer informação nesse sentido e nem posso responder por ele. Efraim é pré-candidato ao Senado e qualquer mudança de rota só ele pode anunciar.

O socialista ainda descartou adotar uma estratégia diferente em sua pré-campanha para reverter o quadro apontado pelo Ibope, de prevalência do governador José Maranhão (PMDB) nas intenções de voto da Grande João Pessoa. Segundo ele, as pesquisas de consumo interno têm levantamentos diferentes:

– Foi estabelecido um alvo visando criar uma circunstância de que eu estaria fragilizado nessa região, mas os dados que eu tenho me apontam exatamente o contrário. Acho que com o desenvolvimento da campanha, as pessoas poderão observar que são dois projetos e mentalidades diferenciados e opostos. A população vai ter capacidade de escolher. Eu nunca fui governador. Fui prefeito e defendo as políticas que eu implementei. Por outro lado, enfrento alguém que já teve 10 anos de Governo e quer mais 10 para fazer o que não conseguiu em 10. É essa a escolha que a população vai fazer.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.