Reunião com lobista agrava situação de ministro das Cidades

A revelação de reuniões reservadas entre membros do PP com um empresário e um lobista para discutir projeto de informatização do Ministério das Cidades acelerou o movimento para a saída de Mário Negromonte na reforma ministerial em curso.
 
Interlocutores do Palácio do Planalto classificaram o episódio divulgado ontem pela Folha como "terrível", uma espécie de "extrema-unção" de Negromonte, já que sua situação era considerada delicada antes disso até por colegas de partido.
 
A reportagem mostrou que integrantes da cúpula do PP negociaram com uma empresa de informática sua participação num projeto milionário do Ministério das Cidades antes que fosse aberta licitação pública para sua contratação.
 
A oposição entrou ontem com uma representação na Procuradoria-Geral da República para que participação do ministro e aliados nas reuniões seja investigada.
 
OUTRO LADO
 
Todos os envolvidos nas reuniões negam qualquer irregularidade.
 
Ontem, aliados de Negromonte atribuíram o vazamento do episódio a integrantes do partido que estariam interessados na queda dele.
 
 
 
Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.