Requerimento de Estela pede transferência de Lady para Santuário dos Elefantes

Foi protocolado na Assembleia Legislativa da Paraíba, um requerimento de autoria da deputada estadual Estela Bezerra (PSB) que solicita da Prefeitura Municipal de João Pessoa a transferência da elefanta Lady para o Santuário dos Elefantes do Brasil, considerando os pareceres técnicos do Ministério Público Federal e da Procuradoria da República – PB.

Lady é uma elefanta de circo que foi resgatada em 2013 devido aos maus tratos e enviada para o Parque Arruda Câmara. Na época, o parque passou por adequações no sentido de acolher de forma satisfatória a elefanta, que deveria permanecer no local por tempo determinado.

Na última semana do mês de julho repercutiram na Paraíba as condições atuais de Lady, o que gerou comoção em todo Estado. Além de viver sozinha, Lady apresentava lesões crônicas nas patas.

O NAJA – Núcleo de Justiça Animal da UFPB preparou um laudo no qual apontou diversas irregularidades no local que abriga a elefanta. O parecer foi encaminhado ao MPF e à Procuradoria da República.

Em 7 de agosto, a Frente Ambientalista da ALPB, presidida pela deputada Estela, realizou uma visita ao Parque Arruda Câmara com o objetivo de observar a situação do animal.

De acordo com Estela Bezerra, a boa vontade em acolher o animal foi louvável, há 6 anos, quando Lady foi doada pelo circo em que vivia sob cárcere. Porém, a situação da elefanta é delicada e, hoje o espaço de acolhimento não é mais adequado para sua vivência. “Por isso, de maneira consensual, decidimos que o ideal é procurar um local que comporte um animal de grande porte. A princípio, existe a possibilidade de transferência do animal para o Santuário dos Elefantes Brasil (na Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso), mas, antes de tudo, precisamos avaliar as condições desse local também. Nós não queremos, simplesmente, tirá-la de um local e levá-la para outro. Queremos é que ela possa viver de maneira mais prazerosa possível, com condições que respeitem sua natureza”, complementou Estela Bezerra.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.