Repórter chora ao registrar fila e aglomeração de idosos para vacina no Espaço Cultural

Uma fila imensa foi verificada no Espaço Cultural José Lins do Rêgo para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no início da manhã desta terça-feira (13). O repórter Ítalo de Lucena, da TV Cabo Branco, se emocionou ao registrar a aglomeração e chorou ao cobrar providências da prefeitura de João Pessoa para resolver o problema. Ele destacou que apesar de a imunização começar às 8h, muitos idosos chegaram ao local ainda na madrugada para garantir o acesso à vacina.

Desde ontem, a prefeitura de João Pessoa informou que ampliou para sete o número de postos para a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira (13). Quem já puder tomar a dose de reforço pode se dirigir a um dos dois pontos de drive thru no Espaço Cultural José Lins do Rego (Expedicionários) e Santuário Mãe Rainha (Aeroclube) ou a um dos cinco ginásios de escolas disponibilizados.

Para ser imunizado com a segunda dose, deve agendar o atendimento através do aplicativo Vacina João Pessoa. Nos locais de imunização, as pessoas devem portar documento de identificação com foto e o cartão de vacinação comprovando a primeira dose. A segunda dose será disponibilizada nos seguintes postos de vacinação:
Escola Estadual Papa Paulo VI – Cruz das Armas; Escola Municipal Darcy Ribeiro – Funcionários II; Centro Cultural Tenente Lucena – Mangabeira; IFPB – Jaguaribe; Escola Municipal Seráfico da Nóbrega – Tambaú; no Espaço Cultural (drive thru e pedestres) e Santuário Mãe Rainha (drive thru e pedestres).

Agendamento – Para ter acesso ao imunizante contra a covid-19, as pessoas inseridas nos grupos acima citados devem realizar o agendamento no aplicativo Vacina João Pessoa e, no momento da imunização, deixar um documento que comprove a condição de prioridade: laudo médico, exames ou receitas de medicação.

Documentação – A documentação que comprovará a comorbidade do paciente ou o exercício profissional ficará retida para posterior averiguação por Comissão da Secretaria Municipal de Saúde e demais órgãos de fiscalização, a exemplo do Ministério Público. Quem for tomar vacina deve levar documento oficial com foto, cartão do SUS ou CPF e comprovante de residência.

Transporte gratuito – As pessoas que precisarem se deslocar de um bairro a outro para tomar a vacina, podem utilizar o serviço gratuito do aplicativo Uber, parceria da empresa com o Governo da Paraíba. O código que deverá ser inserido é o VACINAPB e cada usuário só pode inseri-lo uma vez, garantindo a gratuidade para as duas viagens que devem chegar até R$ 25, cada.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.