Renan Maracajá reassume mandato na Câmara de Campina Grande

O vereador Renan Maracajá, que passou 29 dias preso, reassumiu o mandato na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) na manhã desta terça-feira (8). Durante a sessão, ele disse que vai provar na Justiça sua inocência.

Ele havia pedido licença sem vencimentos até o dia 7 de outubro. Como o prazo não excedeu 120 dias, não houve necessidade de convocação do suplente.

Mais votado nas últimas eleições municipais em Campina Grande, Renan estava preso desde o dia 22 de agosto deste ano, após ser alvo da segunda fase da Operação Famintos, que investiga fraudes na compra de alimentos para escolas de Campina Grande. A suspeita é de que o parlamentar tenha relação com empresas beneficiadas no esquema de desvio em verba de merenda escolar em Campina Grande, que causou um prejuízo de R$ 2,3 milhões.

Renan Maracajá reassume mandato na Câmara de Campina Grande

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.