Radialista critica Edilma, recebe repúdio e pede desculpas

O radialista Gutemberg Cardoso, da Rádio Arapuan FM, pediu desculpas, durante o programa Arapuan Verdade nesta segunda-feira, 3 de agosto, pelo comentário feito a respeito da pré-candidata do PV à prefeitura de João Pessoa, Edilma Freire, no programa da última sexta-feira (31).

O comentário se deu durante a análise dos apresentadores do programa, Clilson Jr, Luís Tôrres e o próprio Gutemberg a respeito do anúncio feito um dia antes pelo prefeito Luciano Cartaxo que escolheu a professora como pré-candidata a prefeita.

Gutemberg citou um comentário anteriormente feito por ele sobre o pré-candidato do MDB, Nilvan Ferreira, a respeito de quem disse ser “preto, feio e baixinho” e que, por isso, o eleitorado de João Pessoa iria agir com discriminação. Já sobre Edilma, a referência de Gutemberg foi a seguinte: “Ela não tem alma. Ela é feia. Ela é cunhada, concunhada do prefeito”, ressaltando que o diferencial para escolha da professora para a disputa eleitoral da capital teria sido o laço familiar com Cartaxo.

No Instagram, a pré-candidata reagiu ao que disse Gutemberg. Ela se declarou “surpreendida com uma postura machista de um radialista da cidade, que busca desonrar a minha trajetória de vida com ideias ultrapassadas de quem não enxerga que o mundo avançou. E hoje as mulheres têm os mesmos direitos de ocupar os espaços políticos que os homens.”

Em nota, a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, através da secretária Adriana Urquiza, repudiou as declarações do radialista, ressaltando que elas reforçam uma postura machista e desrespeitosa que atinge “não só a professora Edilma, mas a todas as mulheres que pleiteiam qualquer cargo público, pois mulheres que ousam ocupar estes espaços de poder sofrem, prioritariamente, ataques baixos atingindo sua honra e dignidade”.

No programa de hoje, o radialista disse que não cabe acusação contra ele de discriminar uma mulher, mas que sua fala foi sobre os preconceitos existentes na sociedade. “Quando digo que Nilvan é preto, pobre, pequeno, feio, que Ricardo Coutinho é feio, que Edilma não é bonita, é feia também, eu estou dizendo que é uma advertência a essa sociedade que é preconceituosa contra quem vem do interior”.

O radialista acrescentou ter sofrido preconceito nos primeiros meses quando veio de Cajazeiras, juntamente com Josival Pereira e Ruy Dantas, para trabalhar na capital na apresentação do programa Correio Debate na 98 FM.

Gutemberg disse que fez uma advertência apenas, pediu desculpas: “Se isso causou algum constrangimento, desconforto pra ela, eu peço desculpa”, disse, lembrando que no dia anterior tinha ressaltado a trajetória pessoal e profissional de Edilma, saindo de Paulista, indo pra Cajazeiras e chegando na capital.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.