PT vai bancar contas de evento pró-Dilma

O PT vai bancar passagens e diárias para mais de 500 prefeitos e 400 vice-prefeitos participarem de evento neste sábado (7) para turbinar a pré-campanha da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, como candidata do partido às eleições presidenciais de 2010. A informação foi confirmada ao R7 pela assessoria nacional do partido, que explica que os convidados não poderiam se ‘’deslocar para Guarulhos, em São Paulo, se tivessem despesa’’ ou teriam de pagar do próprio bolso. E justifica ainda que o gasto é para uma ‘’atividade do partido, e não de administração’.

O PT ainda não sabe informar ainda em quanto ficará o evento e disse que a Snai (Secretaria Nacional de Assuntos Institucionais), por meio do titular Romênio Pereira, terá o valor fechado neste sábado.

No primeiro lote de passagens, são oferecidas diárias em três hotéis diferentes em Guarulhos para os convidados – Hotel Matiz, Hotel Mônaco e Hotel Bristol. Uma consulta do R7 feita aos portais dos hotéis mostra que as diárias de quartos simples – para uma pessoa que vai se hospedar entre os dias 6 e 7 – variam de R$100 a R$150. Para as passagens, o site do PT divulgou 130 voos disponibilizados pelas companhias TAM e Gol.

Foram convocados os 560 prefeitos e os 423 vice-prefeitos petistas, além de líderes regionais, com o objetivo de montar uma estratégia municipalista, para que os petistas se engajem e conquistem o apoio de prefeitos de outros partidos. Além deles, participarão ministros, deputados e senadores.

Dilma vai participar do encontro para debater temas como a conjuntura política, os avanços do governo e as eleições de 2010. A ministra também vai almoçar com as mulheres do PT.

No começo do ano, Lula e Dilma participaram de Encontro Nacional que reuniu cinco mil prefeitos, em Brasília, e foram acusados pela oposição de antecipar a campanha eleitoral. Durante o evento, prefeitos fizeram fila para levar fotomontagem com os dois. A defesa de Lula e Dilma negou o caráter eleitoreiro e disse que o objetivo foi o de estreitar as relações entre o governo federal e os novos prefeitos, eleitos em 2008.

A maratona petista termina neste domingo (8), quando o partido lança seu novo portal com um investimento de R$ 600 mil que abrigará uma TV e uma rádio online. Além de ser uma importante ferramenta para promover Dilma, o portal – que usará recursos da web 2.0, como os sites de relacionamento twitter e Orkut – trará entrevistas com ministros e, a partir de 5 de julho de 2010, poderá arrecadar doações para a campanha.

O portal seria lançado no dia 5, mas devido a problemas técnicos sua estreia foi adiada.

R7

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.