PT da Paraíba se reúne, mas não trata de apoio a Ricardo

A Executiva Estadual do PT se reuniu ontem à noite na sede do partido, na avenida Coremas, no Centro da capital paraibana, para avaliar a participação da sigla no processo eleitoral. Apesar de haver uma expectativa que do encontro já saisse uma deliberação sobre a postura que os petistas iriam adotar em relação ao governo de Ricardo Coutinho (PSB), essa decisão não foi tomada. Várias lideranças partidárias consideraram "precipitado" analisar essa possibilidade, que pode ser tema do debate no encontro do diretório estadual, agendado para 11 de dezembro.
 
Em resumo, o presidente do PT paraibano, Rodrigo Soares, fez um discurso de conciliação, defendeu o que chamou de "contrato partidário", uma forma de unir as tendências em torno de um ideal comum, o fortalecimento do PT para as próximas disputas. Ele salientou que o partido teve uma participação positiva nas eleições de outubro e citou como base para sua argumentação o fato de terem sido eleitos três deputados estaduais (Frei Anastácio, Luciano Cartaxo e Anísio Maia), quando a agremiação tinha apenas dois representantes na Assembleia Legislativa. Rodrigo também acrescentou que a votação do federal reeleito Luiz Couto foi ampliada este ano e disse que a votação de Dilma Rousseff na Paraíba teria sido fruto da aliança firmada pelo PT com o PMDB.

Um dos petistas presentes à reunião falou com o Parlamentopb e resumiu o sentimento do encontro: "Não dava para, no calor do pós-eleição, se decidir por apoio ou não apoio a Ricardo Coutinho. O grupo de Luiz Couto defende a participação do PT no Governo do PSB abertamente, mas o partido acredita que essa é uma discussão precipitada".

No final da manhã, foi divulgada uma resolução aprovada na noite de ontem. Confira a íntegra do documento:

RESOLUÇÃO SOBRE O RESULTADO DAS ELEIÇÕES 2010

1. O processo eleitoral de 2010 se conclui com um feito histórico: pela primeira vez, teremos uma mulher, a companheira Dilma Rousseff, como presidenta do Brasil. A eleição de Dilma consolida uma trajetória de luta do PT e das demais forças progressistas nacionais pela construção da democracia no nosso país. Dilma foi eleita representando a continuidade de um projeto político, iniciado com a eleição de Lula como Presidente da República, que tem apresentado resultados significativamente positivos no combate da desigualdade social e regional, bem como na luta pela erradicação da pobreza, na inserção internacional do Brasil de forma soberana, e no avanço da democratização do país. O PT se orgulha de fazer parte desta história, e segue na luta por um país mais justo. A vitória de Dilma não apenas é uma vitória do PT e dos nossos aliados de centro-esquerda, é uma vitória do povo brasileiro.

2. Na Paraíba, o PT consolidou em 2010 a sua representação na Câmara dos Deputados, e ampliou sua bancada na Assembléia Legislativa de dois para três deputados estaduais. No 2º turno das eleições, a companheira Dilma obteve 61,55% dos votos, ampliando sua votação em relação ao 1º turno, quando atingiu 53,21% dos votos válidos. A nossa política de alianças estadual em 2010, portanto, mostrou-se a mais acertada, tanto para a disputa proporcional, como também para a disputa majoritária. Seguimos junto com o PMDB na chapa para o governo do estado, indicando o candidato vice-governador, em sintonia com a política recomendada como prioritária pelo 4º Congresso Nacional do PT para as eleições de 2010. Com esta política, conseguimos eleger uma bancada de deputados federais paraibana majoritariamente vinculada à base parlamentar do Governo Dilma, e fizemos os dois senadores da aliança PMDB/PT.

3. O PT reconhece o resultado das urnas, que elegeu o candidato adversário ao governo do estado e nossa disposição é de contribuir para uma transição de governo que não sofra solução de continuidade. A aliança estadual que construímos nestas eleições, priorizando a política nacionalmente traçada pelo PT de aproximação com o PMDB teve como antagônica a base de apoio construída pelo governador eleito que é formada majoritariamente por partidos que são nossos adversários no plano nacional (PSDB/DEM/PPS). Diante deste quadro, o PT decidiu aprofundar o debate e para isso convocamos o diretório regional para o dia 11 de dezembro de 2010.

4. O Partido dos Trabalhadores na Paraíba precisa recuperar o seu contrato político e continuar nossa luta ao lado da Presidenta eleita Dilma, visando sempre a construção de um Brasil e de uma Paraíba mais fraternos e mais democráticos.

João Pessoa, 11 de novembro de 2010.
Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.