Projeto pretende aumentar segurança bancária na Capital

Na manhã da quinta-feira (2), o entrevistado do jornalista Edmílson Lucena no Jornal da Câmara (JC) foi o vereador Benílton Lucena (PT), que anunciou a apresentação de mais um projeto de lei que contribuirá ainda mais para a segurança bancária na Capital paraibana. O JC é transmitido ao vivo de terça a quinta-feira, a partir das 9h, pelo Canal 23 da Net.

“Realizamos na tarde da quarta-feira (1º) uma sessão especial, que contou com a participação das federações dos bancários e vigilantes, sindicatos e diversos profissionais ligados a área bancária na cidade. Discutimos os principais problemas e organizamos as reivindicações e possíveis soluções para a questão da segurança nos bancos de nossa cidade, para, junto com meus assessores, elaborarmos um projeto de lei que contemple a melhoria dessa situação em João Pessoa”, informou o vereador.

Ainda de acordo com Benílton, na sessão houve uma denúncia de que agências bancárias estão retirando as portas giratórias que detectam metais, “deixando os estabelecimentos mais vulneráveis aos meliantes”, agravando a situação de risco para os clientes dentro das agências.

Outra questão verificada pelo vereador foi a falta de vigilantes nas demais dependências das agências, quando essas possuem mais de um pavimento. Além da falta de seguranças femininos para as revistas nas mulheres, quando necessário, gerando muitas vezes constrangimento às clientes que são revistadas por seguranças do sexo masculino. Os vigilantes também reclamaram que realizam muitas atividades além das suas obrigações, que vão desde a entrega de fichas de atendimento à organização das filas.

Beníton Lucena ainda informou que encaminhou documentos para órgãos púbicos da cidade, como Procon, Curadoria e Ministério Público para que eles façam essas instituições cumprirem determinações já sancionadas na cidade, a exemplo das divisórias nos caixas, utilização de celulares e das câmeras nas dependências e na área externa dos bancos, que muitas vezes não estão sendo cumpridas.

A área dos caixas eletrônicos também foi comentada pelo vereador na entrevista. Para ele, essa área das agências é a mais vulnerável, entretanto, é o local das agências onde ocorre a maior demanda dos serviços bancários realizados pelos correntistas, que são em torno de 70% dos serviços bancários.

Toda essa preocupação com a segurança bancária deverá se estender a todos os estabelecimentos que praticarem serviços financeiros, como loterias, papelarias, postos de gasolina e correios que estão se travestindo de estabelecimentos bancários, necessitando, assim, de receberem as mesmas prerrogativas que os bancos. Assim como também deverá acontecer em todos os municípios do estado e em todo o país. “Nossa principal preocupação está com o ‘bem-vida’, principal patrimônio de nossa sociedade e não só com o patrimônio dessas instituições”.

Ao final da entrevista, Benílton enfatizou o empenho dos legisladores de João Pessoa em agilizar o processo de votação das matérias que tramitam nas comissões da Casa, buscando limpar a pauta de votação dos projetos ordinários, visando a avaliação da Lei Orçamentária Anual (LOA) antes do dia 20 deste mês, para que a Casa entre no período de recesso sem prejuízo das atividades legislativas.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.