Projeto lança cartilha com orientações para estimular crianças com Microcefalia

Por meio de uma parceria entre a Energisa e o Centro Universitário de João Pessoa – Unipê está sendo distribuída a cartilha “Estimulação Motora para Crianças com Microcefalia por Zika Vírus”, que pretende ajudar as mães de crianças com microcefalia a estimular seus filhos e promover melhor desenvolvimento. Essa cartilha foi lançada no dia 12 de março, na Clínica-Escola de Fisioterapia da instituição, solenidade que contou com a presença da reitora do Unipê, professora Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca, e do diretor-presidente da Energisa, André Theobald.

A cartilha é resultado do trabalho de conclusão de curso de Diana Coelho, que participou do Programa de Atenção Integrada às Crianças com Microcefalia por Zika Vírus, do Unipê. O documento traz orientações para que as crianças recebam tratamento eficaz.

Para André Theobald, a iniciativa é resultado de uma ideia que surgiu há um ano e deve gerar frutos para melhorar a vida dessas famílias. “É uma satisfação muito grande ver que nosso trabalho está dando resultado. Isso é o mais importante”, disse.

De acordo com o presidente, fomentar a informação, o conhecimento e a cultura são os principais objetivos da empresa e sempre que puder irá trabalhar em projetos com esse objetivo. “Precisamos entender que quando se junta forças tudo ganha mais peso. Precisamos ajudar na mudança do mundo e somente com parcerias como essa é que teremos grandes resultados como este de hoje”, afirmou.

A reitora do Unipê, Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca, disse que o projeto vai ao encontro das premissas da instituição, que são a prestação de serviço à comunidade e o fomento à pesquisa. “Não adianta darmos apenas o tratamento desses problemas, precisamos acompanhar a evolução dos pacientes. Esperamos que as mães nos ajudem permitindo a continuidade do tratamento de seus filhos, o que, para nós, é o mais importante”, disse.

A Energisa será a responsável pela logística de entrega do material, que estará disponível para a população em todas as Secretarias de Saúde e Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do estado, além de serem enviados para as mães de crianças portadoras da Microcefalia.

Além disso, a cartilha já está disponível na biblioteca virtual do Unipê por meio do endereço https://centrodeinformacao.unipe.br/assets/archives/cartilhaZikaVirus.pdf.

Comentários