Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Projeto de Dinho propõe gratuidade na Zona Azul para quem fizer compras no Centro

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Um projeto apresentado pelo presidente da Câmara de João Pessoa, Dinho Dowsley (Avante), propõe a criação de gratuidade progressiva na Zona Azul para as pessoas que fizerem compras no Centro da capital. O projeto de indicação foi protocolado nesta semana no Legislativo e, segundo o parlamentar, tem o objetivo de estimular a ida dos consumidores ao comércio popular da capital. “Temos visto o fechamento de lojas a cada dia e um dos motivos é a falta de vagas de estacionamento para quem vai ao Centro da cidade fazer compras”, disse o parlamentar.

A gratuidade, de acordo com a proposta, vai ser escalonada. Quem consumir a partir de R$ 50,00, terá gratuidade de uma hora no estacionamento. Se a pessoa comprar a partir de R$ 100,00, a tolerância será de duas horas. Já aqueles que fizerem compras com valores a partir de R$ 300,00, a gratuidade valerá por três horas. “É algo parecido com o que acontece em alguns supermercados, atualmente. Eles têm estacionamento e para garantir a rotatividade, fazem a cobrança pela vaga, mas tornam gratuito o espaço quando a pessoa consume em suas dependências”, ressaltou Dinho.

Enquanto projeto de indicação, a sua adoção não é obrigatória pela prefeitura, mas o vereador acredita que a ideia será abraçada pelo Executivo. Atualmente, não há nenhuma empresa explorando o serviço de Zona Azul na capital, mas o programa de parcerias anunciado pelo prefeito Cícero Lucena, nesta terça-feira (29), prevê a seleção de nova empresa para a exploração dos serviços. Sem a cobrança, atualmente, é difícil encontrar vaga para estacionamento mesmo nas primeiras horas da manhã, porque elas são ocupadas de forma indiscriminadas.

O caráter rotativo das vagas é o que garante a oferta de vagas nas ruas do Centro, porque sem ter onde estacionar, as pessoas procuram outros centros comerciais para fazer compras. A Zona Azul é justamente o que garante a abertura destes espaços. De acordo com Dinho, a meta é que o serviço possa ser implantado, já com a gratuidade para os consumidores. “Com isso, a tendência é que as pessoas voltem a comprar no Centro da capital, garantindo empregos e a movimentação da economia”, ressaltou Dinho.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

Gabinete de guerra de Israel se reúne FOTO Ariel Hermoni_Ministério da Defesa de Israel

Gabinete de guerra de Israel se reúne para discutir reféns em Gaza

pedreiro construcao civil FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 407 vagas de emprego em 11 municípios paraibanos

sergio queiroz partido novo 2024

Sérgio Queiroz anuncia, nesta segunda, decisão sobre pré-candidatura nas Eleições 2024

bolsonaro ato rio de janeiro 210424 FOTO fernando frazao agencia brasil

Bolsonaro e aliados fazem ato político no Rio de Janeiro

Polícia interrompe briga de facções em Santa Rita e prende suspeitos com armas

Polícia interrompe briga de facções em Santa Rita e prende suspeitos com armas

dioxido de cloro

Senacon notifica sites de e-commerce por venda de dióxido de cloro

caapora pb

Aposta de Caaporã leva prêmio de R$ 40,5 mil na Mega-Sena

laboratorio exame medicina FOTO Pixabay_

Brasil confirma caso autóctone de cólera em Salvador

chuva agua FOTO Pixabay

Paraíba tem alertas de chuvas intensas até a segunda-feira

mega sena FOTO rafael neddermeyer agencia brasil

Apostador do Rio de Janeiro acerta sozinho a Mega-Sena