Projeto Arrematar arrecada mais de R$ 6,5 milhões em 2011

O Projeto Arrematar arrecadou, nas três edições que aconteceram em 2011, R$ 6.743.620,28. Todos os recursos são resultado da venda, em leilão, dos bens móveis e imóveis dados para o pagamento das dívidas trabalhistas.

A primeira edição do ano passado aconteceu em abril nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Guarabira, Itabaiana, Areia, Picuí, Patos, Sousa, Catolé do Rocha, Cajazeiras e Mamanguape. Ao todo foram arrecadados R$ 2.604.651,00. Sessenta por cento dos bens foram levados ao leilão e arrematados. Dos 263 processos do edital, 31 foram retirados devido a liminar, 33 tiveram a dívida paga e 79 não foram arrematados.

A segunda edição de 2011 aconteceu no mês de agosto em doze municípios paraibanos e arrecadou R$2.397.25,60 e a terceira edição foi realizada em dezembro último em João Pessoa, Campina Grande, Areia, Mamanguape, Patos, Sousa, C atolé do Rocha, Cajazeiras, Picuí, Itabaiana e Santa Rita. Foram arrecadados com arrematações e conciliação R$1.741.717,68.Ao todo o TRT da Paraíba arrecadou com os leilões R$6.743.620,28 para o pagamento de dívidas trabalhistas.

O Projeto Arrematar foi criado em 2005 e virou referência em todo o Brasil por ser pioneiro em realizar megaleilões, reunindo os bens de processos de todas as Varas do Trabalho e, dessa forma, atraindo um grande público. Outra inovação foi a possibilidade de arrematação através da internet. Desde 2008 os leilões são presenciais, nos auditórios dos Fóruns Trabalhistas e nas Varas do trabalho, e também eletrônicos. Cerca de mil internautas estão cadastrados para a participação on-line e quatro mil na forma presencial.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.