Professores da UEPB aprovam adesão à Greve Nacional da Educação nesta terça

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba aprovaram em assembleia geral paralisar suas atividades nesta terça-feira, 13, em adesão à Greve Nacional da Educação. A iniciativa será um protesto contra a reforma previdenciária, os cortes de verba para todos os níveis da educação e contra o programa de privatização da educação pública do Governo Federal, o Future-se.

A assembleia que decidiu pela paralisação ocorreu no dia 8 de agosto, em Campina Grande, e também deliberou por outro dia de paralisação em defesa da UEPB, da reposição salarial para professores e técnico-administrativos, do descongelamento das progressões de carreira e da autonomia da universidade. A data coincidirá com uma audiência pública na Assembleia Legislativa sobre a universidade e ainda não está definida.

Outra deliberação dos professores foi a realização no dia 22 de agosto de uma plenária da comunidade acadêmica da UEPB com o objetivo de discutir a autonomia da universidade e o programa de privatização da educação pública do Governo Federal, o Future-se.

Na deliberação sobre a adesão a paralisação na Greve Nacional da Educação, também ficou decidido que a ADUEPB convocará a comunidade acadêmica a participar de um ato público em frente a Reitoria da UFCG, a partir das 8h, seguido de uma marcha em defesa da educação às 9h30.

Durante a assembleia, a diretoria da Associação dos Docentes da UEPB – ADUEPB, informou que iniciará, em breve, uma discussão na categoria sobre a reforma de alguns artigos do regimento da entidade.

Professores da UEPB aprovam adesão à Greve Nacional da Educação nesta terça

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.