Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Professora paraibana usa criatividade e estimula alunos a ganhar 336 prêmios nacionais

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mulher, humilde, paraibana e como diria Belchior, “sem parentes importantes e vinda do interior”, Jonilda Alves Ferreira se tornou professora e para superar o constrangimento de ser “temida” pelos alunos por ensinar matemática, decidiu usar a criatividade para se aproximar deles e ao mesmo tempo apresentá-los a uma forma mais “leve” e prática de lidar com números, fórmulas e equações. Na rede municipal de Paulista, ela começou a desenvolver atividades triviais fora da sala de aula. Levou os alunos à sombra de uma árvore, à pizzaria e ao mercadinho. Em cada situação, usou elementos do cotidiano para mostrar que a matemática estava em toda parte. O resultado desse aprendizado veio nos anos seguintes: já são mais de 300 prêmios nacionais, regionais e até um internacional em competições de matemática. Jonilda se orgulha também de ter cinco de seus alunos, dentre os quais um de seus filhos, aprovados para Medicina. Outros estão em engenharias, Pedagogia, Física e, claro, Matemática.

Jonilda Ferreira foi a entrevistada do Tambaú Debate da TV Tambaú deste sábado, 7, abrindo uma série do Mês da Mulher: “Queremos mostrar exemplos inspiradores, que mostrem a garra, sensibilidade e competência de mulheres que superaram realidade difíceis e mudaram a própria vida e de outras pessoas”, disse a apresentadora do programa, Cláudia Carvalho.

“Quando eu comecei a ensinar, era no ensino médio, e eu percebi a rejeição dos alunos quando eu ia me aproximando da sala de aula. E me angustiava que eles não gostassem da aula de matemática. E aí, fui procurando maneiras de deixar as aulas mais dinâmicas para que o aluno pudesse gostar daquilo que ele estava fazendo. Comecei a pesquisar, planejar bem as aulas e é preciso que se tenha coragem e bom planejamento para que as coisas dêem certo. Sempre deu certo? Não. Mas, aí eu replanejava. Com a chegada das Olimpíadas [Brasileiras de Matemática], foi mais um incentivo e pudemos fazer um trabalho melhor. Não conseguimos atingir todos, mas uma quantidade bem significativa”, explicou a professora, que atualmente se divide entre o trabalho em uma escola particular de Campina Grande e a rede municipal de Paulista, na região de Patos.

Com o modelo “prático” de ensinar matemática, Jonilda confessa uma surpresa: “Aqueles alunos que normalmente são mais preguiçosos são os que mais se destacam”.

Até o fim do ano passado, ela já contabilizava 336 prêmios, sendo um regional e um internacional obtido na Argentina. Somente da OBMEP são 162 premiações. Ela faz questão de ressaltar que o esforço é auxiliado pela direção da escola e pelos colegas professores. O segredo para estimular os estudantes? Ela conta: “As Olimpíadas são como trabalhar com os sonhos. Eles têm sonhos. E conseguimos despertar neles estes sonhos. Mas, para alcançar, eles precisam estudar bastante”.

Assista a entrevista:

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Após denunciar falsificação de documentos, Pablo Honorato é demitido da UFPB por Valdiney

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

cicimjo

Irmão da Baronesa confirma apoio a Nabor e rejeita “picuinhas”; veja

paulmacca

Paul McCartney confirma dois shows no Brasil da turnê ‘Got back’; saiba onde

fachadaenergisa

Últimos dias para inscrições do curso de eletricista gratuito para mulheres

17187249076671a92b1e1ae_1718724907_3x2_lg

Contra riscos do smartphone, pais dão a filhos celular antigo e relógio-telefone

greveufpbmegafone

Greve de universidades federais termina após 69 dias, mas na PB ainda depende; entenda

conselheiropreso

‘Conselheiro’ de facção que ordenou incêndio de ônibus em João Pessoa é preso no RJ

Elba Ramalho em Santa Rita

Paraíba tem shows em diversos municípios nesta véspera de São João; veja programação

biliu de campina FOTO tv cultura

Biliu de Campina se despede dos palcos e ganha homenagem no São João de Campina Grande

mega sena FOTO marcello casal jr agencia brasil

Apostas de João Pessoa e do Sertão da PB ganham prêmios de R$ 38,4 mil na Mega-Sena

deputado arnaldo jardim FOTO mario agra camara deputados

Senado aprova Marco Legal do Hidrogênio e presidente de comissão comemora