Problemas cardíacos causam morte do jornalista Armando Carmelo da Nóbrega, aos 72 anos

Morreu aos 72 anos o jornalista Armando Carmelo da Nóbrega, em Santa Luzia, no Sertão da Paraíba. A morte foi causada por problemas cardíacos. Armando vivia na casa de longa permanência Casa de Lázaro.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba emitiu nota em que lamenta a morte de Armando Carmelo e destaca sua trajetória.

Armando foi um dos alunos da turma pioneira do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Trabalhou nos jornais A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte.

Confira a nota do Sindicato na íntegra

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS – FENAJ

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

NOTA DE PESAR

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba – SINDJOR/PB lamenta a morte do jornalista ARMANDO CARMELO DA NÓBREGA, aos 72 anos, na cidade de Santa Luzia (PB), em decorrência de problemas cardíacos. Atualmente ele estava residindo na Casa de Lázaro, de grande permanência para idosos.

Armando foi um dos alunos da turma pioneira do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

A sua trajetória na área de Comunicação, durante quarenta anos, começou no trabalho desenvolvido para gestões estaduais, a exemplo da excelente desenvoltura no Governo de Pedro Gondim além de ocupar em A UNIÃO uma função da diretoria. Trabalhou como repórter em quase todos os jornais da Paraíba, com destaque para os diários “O Momento”, “Correio da Paraíba” e “O Norte”, tendo a sua atuação mais reconhecida nos anos 70 e 80.

Conhecido nos meios jornalísticos como Armando Carmelo, era um intelectual. Escreveu vários livros sobre fatos políticos da Paraíba.
Por tudo isso, lamentamos profundamente a sua morte, e nos solidarizamos com a sua família, a legião de colegas e amigos, que conquistou ao longo de décadas de trabalho no jornalismo, marcadas por dedicação e muita história.

A DIRETORIA

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.