Primeira-dama de Lucena aparece como beneficiada por auxílio emergencial, mas diz ser alvo de armação

Um dia depois de surgir a notícia de que a primeira-dama de Alagoa Grande, Adriana Karla Melo, teria sido contemplada com o auxílio emergencial repassado pelo governo federal para a população carente, hoje foi a vez de outra primeira-dama, Taciana Lima de Mendonça, casada com o prefeito de Lucena, Marcelo Monteiro, aparecer na lista de beneficiários do “coronavoucher”. O repasse de R$ 600 no mês de abril foi feito em nome dela.

Mas, Taciana negou que tenha feito a inscrição no programa. Segundo ela, adversários políticos do marido teriam preenchido o cadastro com o nome dela para prejudicar Marcelo.

“Hoje de manhã fiz um boletim de ocorrência a respeito das calúnias que estão sendo feitas contra mim nas redes sociais. Não acessei a plataforma do auxílio emergencial e não tenho conta na Caixa Econômica. Quero que a Polícia Federal apure o que aconteceu. Não é da minha índole o envolvimento com esse tipo de coisa. Eu trabalho em Lucena fazendo doações para quem precisa. Não iria me envolver com algo desse tipo”, declarou, acrescentando que o episódio teria sido gerado pela “política suja” de Lucena.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.