Presidente do PPS entra em crise com Nonato e defende Ivandro para vice

O presidente estadual do PPS, José Bernardino da Silva, reclamou hoje de ter recebido uma crítica do jornalista Nonato Bandeira (PPS) ao declarar que seria natural a indicação de Ivandro Cunha Lima por parte do PSDB para compor a chapa majoritária encabeçada por Ricardo Coutinho (PSB) na condição de vice. Segundo Bernardino, por causa deste posicionamento, Bandeira teria lhe enviado uma mensagem dizendo que agora sabia porque Cássio Cunha Lima tinha ignorado o partido no passado e que o motivo seria "subserviência".

"Quero dizer ao coordenador geral Nonato Bandeira que nem somos subservientes nem capachos de ninguém, que temos opiniões e vamos externá-las sempre que acharmos conveniente", retrucou Bernardino.

Ainda sobre a questão do vice, o presidente do PPS afirmou que o partido não tem indicações a fazer, deixando a cargo do pré-candidato ao Governo fazer a escolha, mas "vê com bons olhos a indicação do PSDB de Ivandro Cunha Lima para somar mais na região de Campina Grande". Ele, contudo, discorda de uma exigência do PSDB e é contra a formação de um chapão para a disputa a deputado estadual, mas admite que ele valha para federal.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.