Presidente da CPI do Feminicídio, Cida Ramos se solidariza com Pâmella Holanda

A deputada estadual Cida Ramos (PSB-PB) prestou solidariedade à influenciadora Pâmella Holanda, agredida pelo ex-marido, Iverson de Souza Araújo, mais conhecido como DJ Ivis. As imagens da violência foram publicadas ontem na rede social da vítima e causaram perplexidade em todo o país tanto pela brutalidade do agressor quanto pelo fato dos espancamentos acontecerem ao lado da filha do casal, que tem 8 meses. Em uma nota, Cida Ramos elogiou a coragem de Pâmella por expor o caso e disse que ele expõe ao Brasil cenas terríveis do que acontece nos domicílios de milhares de mulheres e meninas cotidianamente. “Elucida a dinâmica da violência doméstica, do machismo e da misoginia que provocam violações de direitos e, muitas vezes, o feminicídio. Reafirma a posição do país como o quinto que mais mata mulheres no mundo e que agride 8 mulheres a cada minuto”, citou a parlamentar.

Para ela, a denúncia é uma ferramenta importante contra a violência, mas muitas mulheres não têm condições de se manifestarem, por isso, cabe a toda a sociedade e aos poderes públicos o dever da denúncia.

“A Lei 11.779/2020, de minha autoria, institui o Protocolo Emergencial Sinal Vermelho de Proteção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica. Enquanto durar o período de pandemia, atendentes de farmácias devem ficar atentos ao receberem uma mulher que apresente, na palma da mão, um sinal vermelho feito em “x”. Ela deve ser encaminhada a uma sala segura para aguardar atendimento especializado”, lembrou Cida.

De acordo com a lei, a ação deve ocorrer sem chamar a atenção dos demais clientes ou do possível agressor. O estabelecimento também deve anotar o nome completo da mulher e o seu endereço, caso ela tenha que sair do local, e ligar para a Polícia Militar (190).

Já a Lei 11.994/2021, também de Cida, é mais de uma de nossas conquistas nessa trincheira, determina que as contas de água, luz e gás devem conter telefones de emergência para denúncias de violência doméstica na Paraíba.

“Sigo firme na defesa intransigente da vida das mulheres! Meu total repúdio a toda e qualquer forma de agressão! “, comentou a deputada.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.