Presidente da Assembleia reúne líderes na terça e quer assiduidade

Paulo de Pádua

“Eu não abro mão, de forma nenhuma, das sessões, pelo menos, nas terças e quartas-feiras, como já ficou acordado. Isso terá que ser cumprido. Todos, sem exceção, terão que fazer um esforço. A sociedade vem cobrando de mim e eu tenho que cobrar de alguém (dos parlamentares)”. O desabafo foi feito hoje pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PSDB).

Ricardo Marcelo prometeu cumprir suas prerrogativas legais na Casa, no período da manhã e a tarde, exercendo as atividades administrativas, como presidente da mesa diretora, e, segundo ele, à noite, estará empenhado na sua campanha para a reeleição.

O tucano declarou ser possível conciliar a atividade parlamentar e as atividades de campanha se o candidato tiver disposição e "boa vontade".

“Não podemos misturar as coisas. Cada atividade em sua hora e momento. Temos que fazer um planejamento de trabalho para que as coisas não saiam do nosso controle. Fomos eleitos como deputados para exercer nosso mandato até o fim. A população cobra isso. Temos que dar respostas e prestar contas do que fizemos e ainda iremos fazer. Meu mandato só termina no final do ano e até lá, esterei conduzindo a Assembleia em pleno funcionamento”, avisou.

Ricardo admitiu que reunirá na próxima terça-feira, 27, provavelmente, pela manhã, o Colegiado de Líderes para dar um “puxão de orelhas” nos parlamentares por conta do esvaziamento e, consequente, falta de quorum no plenário nas últimas duas semanas. “Não queremos que o Legislativo sofra prejuízos por conta dessas dificuldades que podem ser superadas, facilmente”, ressaltou.

Ele disse que, apesar disso, a pauta está sendo cumprida, faltando apenas, na sua visão, alguns vetos e projetos, que estão dentro do prazo de apreciação, para serem votados nos próximos dias. Ricardo admitiu também já colocar em votação na sessão da próxima quarta os dois vetos do Executivo a 55 emendas a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.