Prefeitura de Bayeux oferece mais 7% de reajuste a professores

Após reunião com a presença de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Bayeux, o prefeito Jota Junior através da Secretaria de Educação do município propôs mais um reajuste de 7% à categoria. Com o novo índice, a remuneração dos professores chega a um patamar de aumento de cerca de 22%, levando em consideração os mais de 15% já concedidos em janeiro deste ano, inclusive com o percentual relativo ao Gead – Gratificação Específica de Atividade Docente.

Na ocasião, o advogado da classe, Paulo Menezes, e o diretor financeiro da instituição, Carlos Alberto da Silva, substituíram o presidente do sindicato, Antônio Radical, que não participou da reunião. Os representantes da categoria garantiram que irão levar o novo valor para debate com os professores, em assembleia marcada para a quarta-feira (01 de julho), a partir das 14 horas.

O reajuste de 7% atende à reivindicação da categoria e deve acabar com a greve dos professores, que se estende por mais de um mês, ainda nesta semana. Segundo a secretária de Educação do município Madalena Araújo, o aumento vai acontecer de forma escalonada, sendo que 4% será aplicado já a partir do dia 1º de julho e os outros 3% serão implantados em outubro. “Fizemos um estudo de impacto e, mesmo com as limitações na receita, estamos concedendo esse volume de reajuste para por fim a esse impasse e garantir que os docentes voltem à sala de aula”, destacou a secretária.

Além do sindicato, estiveram presentes à reunião o secretariado de Bayeux, e representantes do Conselho municipal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O presidente do sindicato, Antônio Radical, procurou o Parlamentopb para informar que não compareceu à reunião porque foi impedido: "Disseram que a reunião só aconteceria se eu não fosse. Nossos representantes foram apenas para receber a proposta por escrito. Vamos leva-la ao conhecimento dos professores e eles é que vão decidir se aceitam ou não", disse Radical.

A assembleia dos professores acontece às 14 horas na Escola Irineu Pinto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.