Prefeitos do Brejo e Cariri ganham Prêmio do Sebrae

Sapé, Bananeiras e, pela terceira vez, Cabaceiras, foram os grandes destaques da noite desta quinta-feira, 8, quando foram revelados os nomes dos prefeitos finalistas da 6ª edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009/2010. O melhor projeto estadual ficou com o prefeito de Sapé, João Clemente Neto. Os prefeitos de Cabaceiras, Ricardo Ayres e de Bananeiras, Marta Ramalho venceram nas categorias “Educação Empreendedora e Inovação” e “Formalização de empresas”, respectivamente.
 
O resultado da etapa estadual do Prêmio, que contou com a inscrição de dez prefeituras paraibanas, foi anunciado em clima regional, com a participação do repentista Oliveira de Panelas e a presença de gestores municipais, secretários e representantes de diversas instituições, além da imprensa.
 
“A premiação vem neste momento para mostrar que estamos no caminho certo, e incentiva o gestor a tirar novos projetos de empreendedorismo do papel” comemora João Clemente Neto, prefeito de Sapé. O vencedor do melhor projeto estadual implantou o cheque-salário que permite aos servidores públicos municipais, efetivos ou comissionados, a antecipar até 50% do salário para realizar compras no comércio local. “Por ser uma moeda aceita apenas no município e com garantia de recebimento, via prefeitura, estamos estimulando o aumento das vendas no comércio e a circulação de renda” explica João Clemente. 
 
“Fico feliz por esse reconhecimento porque sei o quanto Bananeiras tem atraído desenvolvimento para a região do Brejo como um todo. Hotéis e pousadas foram ampliadas e o turismo cresce, mostrando o potencial da região”, declarou a prefeita de Bananeiras, Marta Ramalho.
 
Ricardo Ayres, prefeito de Cabaceiras, apostou na educação para estimular o desenvolvimento das MPE. Em seu projeto, ampliou o acesso à informatização e internet, viabilizando a implantação de um pólo de educação superior à distância. “Hoje, temos 13 telecentros atendendo mais de 300 alunos de nível superior, por meio da Universidade Aberta do Brasil em sete cursos de graduação”, afirmou Ricardo Ayres. 
 
“Bananeiras e Cabaceiras já possuem uma participação muito positiva, inclusive a gestão de Cabaceiras, a "roliúde nordestina", já foi premiada nacionalmente com o Prefeito Empreendedor. Agora, Sapé foi a vencedora estadual implementando estratégias simples e efetivas para aumentar a movimentação financeira do município por meio da economia local. Essa é justamente a essência deste prêmio que visa reconhecer as boas práticas de gestão para disseminá-la como experiências bem sucedidas para os demais municípios”, avalia o superintendente do Sebrae/PB, Júlio Rafael, que creditou as parcerias articuladas pelo SEBRAE com os municípios a concretização de diversas ações no fortalecimento dos pequenos negócios.
 
Participaram da comissão julgadora representantes do Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica e Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e da imprensa. Os finalistas estaduais seguem agora para etapa nacional do prêmio, que terá seu resultado final divulgado em maio, em data a definir, em função da Marcha dos Prefeitos, em Brasília. Caso sejam vencedores, os gestores ganharão uma viagem técnica internacional. Ainda conforme o regulamento, os projetos que obtiverem 50% ou mais da pontuação total máxima receberão o "Selo do Prefeito Empreendedor".
 
O concurso contou com a participação das prefeituras de Água Branca, São João do Cariri, Bananeiras, São José dos Ramos, Cabaceiras, Congo, Guarabira, São José do Brejo do Cruz, Sapé e São José dos Cordeiros.     
 
Projetos vencedores 

 
Sapé – O prefeito João Clemente, da cidade de Sapé, adotou uma estratégia para dinamizar a economia local: criou o “cheque-salário” para antecipar nos primeiros dias do mês 50% do salário dos servidores públicos. Mas este adiantamento só pode ser gasto dentro do próprio município, junto a empresas cadastradas no Programa Gerador de Benefícios Múltiplos.
 
Foi uma forma encontrada para valorizar o comércio local, utilizando-se de uma prática semelhante ao cartão de crédito, mas investindo os 5% que seriam destinados a uma administradora de crédito, num fundo municipal do programa PRO MORADIA, que financia a construção de casas para famílias carentes. Os resultados já começaram a surgir, pois começou a ser implantado no final de 2009, e entre novembro e fevereiro, conseguiu fazer circular cerca de R$ 20 mil no comércio local e R$ 1 mil para o PRO MORADIA.
 
Bananeiras – Articulando parcerias com várias instituições, a prefeita Marta Ramalho estimulou o turismo local, apoiando capacitações e incentivos fiscais para pequenas pousadas, além de campanhas de divulgação do potencial turístico e cultural da cidade a fim de atrair novos empreendimentos como condomínios e hotéis. Também conseguiu aprovar na Câmara Municipal a regulamentação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa com o intuito de incluir as pequenas empresas locais nos processos licitatórios de forma preferencial, conforme diz a lei.
 
Cabaceiras – Famosa pelas paisagens exóticas e já batizada de Roliúde Nordestina pelas dezenas de filmes gravados na cidade, Cabaceiras se supera por mais uma gestão pública focada no desenvolvimento sustentável, que valoriza as potencialidades e a participação da comunidade local. Destaca-se o plano diretor participativo municipal, resultado de um acordo de cooperação internacional firmado com a agência canadense para o desenvolvimento internacional. Entre os resultados estão a elaboração de projetos para captação de recursos em diversas áreas e o mapeamento do território da cidade com a participação da sociedade civil organizada.  A criação de Telecentros coloca a cidade na vanguarda das pequenas cidades preocupadas com a ampliação do acesso à internet de forma gratuita.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.