Prefeito de Areia rebate denúncia, nega desvio de dinheiro e acusa vereadores de fazerem politicagem

O prefeito da cidade de Areia, João Francisco Batista de Albuquerque, rebateu nesta segunda-feira (16) a denúncia feita contra ele por um grupo de vereadores e acusou os parlamentares de fazerem politicagem. O prefeito anunciou também que vai entrar com uma ação contra eles.

Os vereadores registraram uma Notícia Crime contra o prefeito, a quem acusam de sonegar e desviar dinheiro público. Segundo o grupo, há inconsistências na prestação de contas do município e que o município de Areia deixou de arrecadar receitas do ITBI.

O prefeito João Francisco garantiu, em entrevista ao ParlamentoPB, que, em 2017, foram recolhidos R$ 126 mil e em 2018 R$ 177 mil em ITBI.

O prefeito disse que houve um erro contábil, mas que tem todos os recibos.

“Eu tenho todos os recibos comigo e depois vamos entrar com uma ação contra eles. O pessoal da contabilidade, no lugar de colocar isso em ITBI colocou em outros tributos. Então ficou sem aparecer em 2017 e 2018. Isso foi corrigido, mas não quer dizer que tenha desvio. E agora vou recorrer na Justiça, terminando de esclarecer isso no Ministério Público”, declarou o prefeito.

O gestor disse que os parlamentares têm direito de ter suas dúvidas, de procurarem a Justiça. “Só não podem dizer que eu desviei, sem ter a certeza. Eu não me acostumo com isso, mas isso faz parte da politicagem. Mas quando eu me candidatei eu já sabia que isso existia”, afirmou o prefeito.

Ele disse que nos próximos dias apresentará sua defesa junto ao Ministério Público. “Quero montar a minha defesa bem embasada para que não paire dúvida nenhuma e assim fazer o que a democracia pede. Quando tem uma dúvida a gente apresenta, só não dá pra pré-julgar antes”, afirmou.

Prefeito de Areia rebate denúncia, nega desvio de dinheiro e acusa vereadores de fazerem politicagem

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.