Pré-candidato a prefeito de Pitimbu é condenado por formação de quadrilha

O vereador de Pitimbu, Marco Aurélio Celani de Abreu , mais conhecido como Marquinhos é 10, foi condenado em ação penal que tramitava na comarca de Caaporã por formação de quadrilha e consumo de entorpecentes. A sentença é da juíza Daniere Ferreira de Souza e previu um ano e seis meses de reclusão a ser cumprido em regime fechado. Como Marco é réu primário, a pena foi substituida pela prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, em oito horas semanais.

Marco Celani, o Marquinhos é 10, que é pré-candidato a prefeito de Pitimbu, foi preso junto com Hélio Barbosa dos Passos Júnior, Ginaldo Borges da Fonseca Filho e Cláudio Roberto Cruz da Silva no dia 8 de janeiro de 2002 em Pitimbu. Eles portavam um revólver calibre 38, uma pistola 765, uma pistola 380, uma espingarda calibre 12 e munição para as armas, além de duas cartelas do medicamento Rohypinol, usado frequentemente como alucinógeno.

Confira detalhes sobre a sentença clicando aqui

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.