PPS mostra unidade e destaca fortalecimento da sigla para eleições de 2012

O Partido Popular Socialista (PPS) no último grande encontro realizado há vinte dias no Hotel JR, em João Pessoa, reuniu várias lideranças com o objetivo de projetar novas perspectivas para a legenda no Estado e debater, principalmente, as eleições municipais de 2012. A presença de mais de 30 líderes do partido, ou seja, de filiados que carregam uma história de experiência nas urnas em pleitos passados, serviu para demonstrar que a sigla está bem representada no Estado, que está unida e para reafirmar o compromisso de lealdade aos projetos da gestão socialista do prefeito Luciano Agra e do governador do Estado, Ricardo Coutinho.

 
Conforme a avaliação do vereador e líder da bancada da situação na Câmara Municipal de João Pessoa, Bruno Farias (PPS), a reunião serviu para ressaltar ainda a boa relação que o partido estabelece com as suas lideranças, demonstrando, com isso, a grande credibilidade que a legenda possui frente aos pré-candidatos para as eleições de 2012. Segundo Bruno, a lista de postulantes aos cargos legislativos e executivos nos municípios já é bastante extensa podendo, se somada, alcançar uma margem em torno de mais de 40 mil votos. Essa margem de votações poderia credenciar o partido a eleger no mínimo três vereadores no próximo pleito eleitoral.
 
Para Eduardo Lucena, filiado de renome no partido, a iniciativa de filiados em se lançar como pré-candidatos para as eleições próximas pode ser explicado com base na percepção de que o partido estaria se fortalecendo a cada dia. “O PPS se fortalece a cada dia se constituindo como um partido atraente para os pré-candidatos, pois tem uma história de diálogo com os filiados e por isso sempre nos superamos a cada dias em cada eleição”, ressaltou ele.
 
Outro ponto positivo analisado pelos membros do partido na reunião foi de que a legenda não sofreu quase nenhuma baixa em número de filiados. Segundo o vereador Bruno Farias, isto seria uma manifestação clara do compromisso que todos os partidários tem com o PPS. Filiados de renome como Flávio Panta, Dr. Wellando, José Bezerra, Eduardo Lucena, continuam participando ativamente e contribuindo para o fortalecimento do partido.
 
O líder destacou ainda que além destes, ele próprio, o presidente estadual da legenda, José Bernardino, o presidente municipal, Fábio Carneiro e o secretário de Estado da Comunicação Institucional, Nonato Bandeira, assumiram juntos toda a responsabilidade de contribuir ainda mais para a construção de um partido cada vez mais unido e fortalecido.
 
Para o parlamentar, a participação dos filiados nas reuniões e encontros promovidos pela legenda seria um dos aspectos decisivos para evitar a baixa e filiados e atrair o máximo de pessoas para a legenda. “Nós não temos sofrido praticamente nenhum baixa. Os pré-candidatos que pretendem vigorar sua musculatura nos procuram e participam das reuniões do partido e se comprometem com a legenda, os vários companheiros como Jair Soares, Arroz, Luiz Brilhante, André do Egito, ente outros. Além de pessoas que nos procuram também com intenção de se filiar a nossa legenda, como os companheiros, professor Mendes, Jonas Batista, Jonildo Cavalcante, Márcio Alencar e outros tantos, que enxergam que o PPS é um partido capaz de viabilizar candidaturas”, ressaltou.
 
Segundo o vereador também, diferentemente de outros partidos que demonstram certa dificuldade em atrair candidatura eleitoralmente viável, o PPS, ao contrário, mostra grande facilidade em aproximar pessoas interessadas em alguma filiação partidária. “A contrário de muitos partidos, o PPS se apresenta como uma boa alternativa e como porto seguro para que deseja, em condições de igualdade disputar vaga na Câmara Municipal de João Pessoa”, frisou, acrescentando que a partido estaria dando oportunidade a novos talentos como a Vaulene Rodrigues, Juliene Ramalho, Paulo Souto, Tadeu Neves, entres outros.
 
De acordo o filiado, Flávio Panta, a legenda está forte e preparada para enfrentar inclusive, qualquer modificação proposta pelo projeto da Reforma Política que tramita no Congresso Nacional. “O partido está se preparando para futuras modificações a serem implementadas pela Reforma Política, de modo que se houver extinção das coligações partidárias, o PPS mesmo assim estará pronto para enfrentar as eleições de maneira a alcançar resultados muito mais ousados do que os alcançados nas eleições de 2008”, garantiu.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.