PPS da Paraíba escolhe novo presidente no dia 9

O Congresso Estadual Extraordinário do PPS, que irá definir quem vai comandar a legenda pelos próximos dois anos de mandato, será realizado no próximo dia 9. É o que afirma o presidente da Comissão Provisória do Partido, o vereador de João Pessoa Bruno Farias. De acordo com ele, durante o Congresso será eleita toda a executiva estadual, que poderá mantê-lo ou não na presidência.
 
No final ano passado, o PPS chegou a realizar um Congresso Estadual, porém, devido a impasses internos, este não foi homologado pela executiva nacional do partido. Diante disso, a Comissão Provisória foi instalada com o objetivo de organizar outro Congresso Estadual para eleger uma nova direção no Estado e definir os rumos do partido, sobretudo, para as eleições municipais deste ano.
 
A instalação da Comissão Provisória se deu após o término do mandato do presidente estadual, José Bernardino no dia 31 de dezembro de 2011. Entretanto, sem concordar com a formação daquela Comissão, Bernardino retirou os nomes dos membros indicados por ele, se negando a participar do processo de construção do novo Congresso. O ex-presidente faz parte da ala do partido que é oposição ao Governo municipal e estadual.
 
“Nós temos uma Comissão Provisória que foi designada pela direção nacional, pelas lideranças maiores do partido, com o aval do presidente Roberto Freire. Houve a contestação por parte de Bernardino, que fez uma carta e apelou às instâncias partidárias para que essa Comissão fosse modificada, mas ele recebeu um não como resposta. Assim, o Congresso vai ser realizado já no dia nove de março, e de forma democrática com a participação dos filiados do partido, vai ser eleita uma nova executiva que irá comandar o partido em diante, dentro do mandato”, disse Bruno Farias.
 
Missão – A nova executiva estadual terá como uma de suas principais missões organizar as eleições municipais deste ano, e tentar unir a legenda em tono de uma única candidatura a Prefeitura Municipal de João Pessoa, que atualmente possui dois postulantes ao cargo, o secretário de Comunicação do Estado, Nonato Bandeira, e o deputado estadual, Janduhy Carneiro, que faz oposição ao Governo estadual.
No entanto, para o presidente da Comissão Provisória, o pré-candidato do partido é Nonato Bandeira. Ele afirmou ainda que o nome do secretário já estivesse posto, independe da “movimentação” dos partidos que compõe a base do Governo. “A pré-candidatura de Nonato está posta independente das mais diversas legendas. Nós temos uma Frente Partidária Democrática instalada, e temos o apelo das ruas. Então, é com base nesse apelo e das forças políticos que nós vamos continuar adiante com esse projeto, levantando essa bandeira em favor de João Pessoa”, declarou o vereador.
 
Bruno Farias afirmou também que a Frente Partidária, que até o momento possui oito partidos que defendem a pré-candidatura de Nonato, deverá ser ampliada após o carnaval. “Nós estamos conversando com outras legendas para a ampliação, mas seria uma descortesia revelar quais são. além de ser uma estratégia política não revelar os nomes desses partidos”.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.