Polícia apreende armas e prende suspeitos por maus-tratos a animais

O Batalhão de Polícia Ambiental apreendeu duas armas de fogo e realizou detenções por crimes contra a fauna, nesse fim de semana, na Paraíba. Dez suspeitos foram conduzidos às delegacias responsáveis. As multas aplicadas relativas às infrações ambientais totalizaram 22 mil reais.

No sábado, no município de São José do Bonfim, policiais da 3ª Companhia de Polícia Ambiental detiveram quatro pessoas por crimes contra a fauna. Os suspeitos foram também autuados pelas respectivas infrações ambientais. Durante fiscalizações, os policiais realizaram abordagem a um veículo que transitava próximo à saída para a cidade de Teixeira, e constataram a presença de dez cachorros com características de maus-tratos. Os suspeitos levavam ainda no veículo vários materiais utilizados para a caça, como roupas de camuflagem, coturnos, lanternas, facas, facões, foices e coleira com identificador de localização.

Em Santa Rita, na noite do domingo, policiais do BPAmb apreenderam quatro aves silvestres, que estavam sendo mantidas em cativeiro de forma irregular e autuaram por infração ambiental um homem de 37 anos, responsável pelas aves. A apreensão aconteceu no bairro Popular, durante a realização da Operação Nômade. O suspeito foi também detido por crime contra a fauna.

As apreensões das armas de fogo ocorreram nos municípios de Areial e Sapé. No sábado, policiais do 1º Pelotão da 2ª Companhia de Polícia Ambiental, em conjunto com policiais do 15º Batalhão de Polícia Militar, apreenderam um revólver calibre 32, em Areial. Na ação, quatro menores foram apreendidos e conduzidos à delegacia da cidade de Esperança. Na noite do domingo, policiais do BPAmb apreenderam um revólver calibre 38, na cidade de Sapé e detiveram um suspeito, que se encontrava de posse da arma.

Comentários