PMJP faz mapeamento e ações de preservação nas nascentes de rios e bacias hidrográficas

A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vem promovendo uma série de ações de recuperação e recomposição de áreas verdes degradadas, a exemplo das nascentes dos rios, que tem recebido uma atenção especial dos técnicos da Divisão de Estudos e Pesquisas (Diep).

O “Projeto Nascentes” consiste no mapeamento e na realização de ações de preservação e recuperação das nascentes dos principais rios e bacias hidrográficas de João Pessoa. O secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, destacou que “todas as ações de plantio e distribuição de mudas e recuperação de nascentes contribuem para diminuir a degradação do solo, evitando a erosão e os alagamentos. Essa é uma ação de extrema importância para preservarmos um dos patrimônios ambientais mais caros que temos, que é a água”, concluiu.

No levantamento feito pelos técnicos da Diep, estão sendo observadas as condições da água, se há óleo, espuma, nível de turbidez da água, que mostra a capacidade de absorção e reflexão da luz e serve como parâmetro das condições de consumo dessa água, entre outros aspectos. Todas as informações coletadas nos levantamentos são utilizadas para orientar e definir que ações de preservação e recuperação das nascentes dos rios e constam do Relatório Técnico “Mapeamento e Monitoramento das Nascentes e Corpos Hídricos de João Pessoa”.

Balanço das ações nos rios

No primeiro semestre de 2017, foram plantadas 7.450 mudas nas margens do Rio Cabelo, Rio Laranjeiras, Parque Cuiá, Parque Augusto dos Anjos e Parque Ecológico do Rio Jaguaribe. Entre as espécies plantadas, estão os ipês amarelos, roxos e rosas, sibipiruna, pau-brasil, aroeira da praia entre outros. São árvores que vão contribuir para recuperar as áreas de mata ciliar, evitando a erosão e inundações em período de chuva. No Bosque das Águas, onde fica localizada a nascente do Rio Cabelo, em Mangabeira, foi feita a limpeza da área, retirada de lixo e replantio de mudas de árvores nativas.

Plantio urbano

Este ano a Semam deve plantar e distribuir 45 mil mudas de árvores nativas. Em 2018 foram plantadas 40 mil mudas. Em 2017, a Semam promoveu o plantio total de 53.760 mudas de árvores nativas em áreas de mata ciliar (perto dos rios), parques e áreas de proteção permanente, praças, canteiros de ruas e avenidas, escolas, Centros de Referência em Educação Infantil (Crei) e condomínios. No período 2013 a 2016, foram plantadas 123.427 mil mudas.

Além das ações de replantio e recuperação de áreas degradadas, a Semam também vem agindo – embora saneamento e fornecimento de água sejam de responsabilidade do Governo do Estado, da Cagepa – para acabar com o problema dos esgotos por toda a cidade, com ações de fiscalização constante, notificando e multando empresas e comerciantes que fazem ligações clandestinas de esgoto.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.