PM apreende 75 aves e prende acusado de tráfico de animais na Paraíba

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) apreendeu 75 aves silvestres que estavam sendo comercializadas, nesse sábado (13), na feira do centro de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa. O trabalho fez parte de mais uma fase da Operação Voo Livre, que tem o objetivo de combater a venda de animais silvestres na Paraíba.

Das aves apreendidas, 45 estavam com um homem de 39 anos, que é suspeito de atuar no tráfico de animais silvestres. Ele foi multado em mais de R$ 22 mil e apresentado na 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita. Essa é a segunda vez que ele foi preso pelo mesmo crime, em menos de 10 dias. No último dia 4, o acusado foi preso com outras 64 aves, inclusive filhotes que acabaram morrendo.

Na Operação Voo Livre deste sábado, foram apreendidas aves das espécies papa-capim, galo-de-campina, coleira, caboclinho, canário-da-terra, entre outras. Algumas delas estavam debilitadas e foram levadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Cabedelo.

Punições

A venda de animais silvestres é crime, com pena de seis meses a um ano, e o autor é multado em R$ 500 por cada unidade apreendida com ele. Se a espécie for ameaçada de extinção, a pena é aumentada e a multa pode chegar a R$ 5 mil, por cada animal.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.