PF dá meia hora para Lula se entregar e PT teme violência

A Polícia Federal deu meia hora para Lula se entregar, disse a presidente do PT e deputada federal, Gleisi Hoffmann, a militantes que estão impedindo a saída do ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo, para se entregar à Polícia Federal.

Ela pediu aos apoiadores que liberem a saída do ex-presidente.

Ela explicou o risco da resistência gerar um pedido de prisão preventiva e dificultar os recursos.

Gleisi também alerta para o risco da polícia chegar e retirar os manifestantes com violência.

Dezenas de manifestantes cercam as saídas do prédio. Lula chegou a entrar num carro e tentar sair, mas militantes impediram a abertura dos portões. Diante do impasse, Lula acabou saindo do carro e voltando ao prédio.

Um grupo fez um cordão de isolamento no portão lateral aos gritos de “Lula livre” e “cercar, cercar e não deixar prender”. Alguns sentaram em frente ao portão.

ParlamentoPB com Folha de S.Paulo

Comentários