Pedido do Ministério Público não altera a campanha de Anísio Maia

Em razão do pedido realizado pelo promotor eleitoral, Alexandre Varandas Paiva, feito à Justiça Eleitoral, o representante jurídico da Coligação PT e PCdoB ‘Unidos por João Pessoa’, Anselmo Castilho, afirma que a decisão já era esperada porque após o fato ser registrado junto à justiça é o trâmite natural que o Ministério Público Eleitoral se posicione.

Embora o pedido tenha se tornado público, a Coligação não foi notificada pelo juiz da 64ª zona eleitoral. Só após essa notificação é que o jurídico da Coligação poderá apresentar a defesa da legitimidade do registro da candidatura dentro de um prazo de sete dias.

Anselmo Castilho explicou que o jurídico da Coligação “Unidos por João Pessoa” vai apresentar os argumentos que consolidam a legitimidade da candidatura de Anísio Maia e Percival Henriques, registrada no dia 16 de setembro, após a convenção realizada no ginásio do Sindicato dos Bancários, na Torre.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.