Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Paraíba registra seis mortes, 281 novos casos de Covid-19 e 22% de ocupação de UTI’s

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (19), 281 casos de covid-19. Entre os confirmados hoje, 35 (12,46%) são moderados ou graves e 246 (87,54%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 458.536 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 1.226.604 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 06 novos óbitos desde a última atualização, sendo três ocorridos entre a quinta e sexta-feira. Os óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre os dias 03 e 19 de novembro, sendo dois em hospitais privados e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 9.488 mortes. O boletim registra ainda um total de 348.924 pacientes recuperados da doença.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-SUS Notifica, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h, do dia 19/11/2021, sujeitos à alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até esta sexta, 222 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os óbitos confirmados neste boletim ocorreram nos municípios de Campina Grande (2); Conde (1); João Pessoa (2) e Uiraúna (1). As vítimas são 03 mulheres e 03 homens, com idades entre 62 e 81 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais comum.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 22%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 29%. Em Campina Grande, estão ocupados 13% dos leitos de UTI adulto e no sertão 37% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro estadual de regulação hospitalar, 09pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 105 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI, a aplicação de 5.490.895 doses. Até o momento, 3.026.910 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 2.217.389 completaram os esquemas vacinais onde 2.153.245 tomaram as duas doses e 64.144 utilizaram imunizante de dose única. Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 8.267 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 238.329 doses de reforço na população com idade a partir de 60 anos. A Paraíba já distribuiu um total de 6.362.309 doses de vacina aos municípios.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

Dois homens são presos com armas em operação de reforço na divisa entre PB e Pernambuco

Dois homens são presos com armas em operação de reforço na divisa entre PB e Pernambuco

atendimento trabalho FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 350 vagas de emprego em 10 municípios

rio grande do sul enchente 2024 FOTO rafa neddermeyer agencia brasil

Número de mortes causadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul sobe para 169

Imposto deRenda, Imagem Joédson Alves-Agência Brasil

Prazo para declarar o Imposto de Renda termina na sexta-feira

mega sena FOTO marcello casal jr agencia brasil

Paraíba tem 25 apostas ganhadoras na Mega-Sena

Brasília (DF) 11/04/2023 Fachada do palácio do Supremo Tribunal Federal (STF) Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei

rabaul_papua nova guine FOTO Pixabay

Agência da ONU estima 670 mortes após deslizamento de terra em Papua-Nova Guiné

rio agua FOTO Pixabay

Homem tenta salvar bezerro em açude na Paraíba e morre afogado

Brasília, DF, Brasil: Caixa Econômica Federal. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Concurso da Caixa tem aplicação de provas neste domingo na Paraíba e em outros estados

sergioequeoriga

“Quero Quero” e o discurso contraditório do “agora é oficial”