Pâmela afirma ter sido prejudicada pelo PSL e só ter recebido verba a 4 dias das eleições

Em mais um capítulo da discussão iniciada pelo deputado federal eleito Julian Lemos, ao dizer que o compromisso com Pâmela Bório (PSL) suplente de federal, havia se encerrado com o repasse de verbas para o financiamento da campanha, a jornalista veio a público expor o quanto investiu no período eleitoral. Mais do que isso, divulgou em seu perfil no Instagram que o custo de sua campanha foi menos de 10% do que consta na prestação de contas de Julian.

“Mentirosos sem caráter e sem escrúpulos estão propagando por aí que eu recebi muito dinheiro para a minha campanha. Pois aqui estou mostrando suas mentiras. Pouco mais de 30 mil reais é o total de toda a minha arrecadação para fazer uma campanha federal: precisamente 21.233,32 reais mais 10 mil reais doados pelo partido faltando apenas 4 dias para as eleições. Quem aqui acha que dá para fazer campanha à federal com esse dinheiro que nem vereadores ou lideranças conseguem, está mentindo também! O valor da minha campanha não chega nem a 10% da campanha do candidato eleito da minha coligação como vcs podem ver: só na prestação de contas inicial ele já somava quase 370 mil reais – e esses 10 mil reais me foram repassados a 4 dias das eleições só porque a lei garante 30% dos recursos para as candidaturas femininas. Ou seja, fiz campanha com recursos de menos e dificuldades demais verdadeiramente: me prometeram comitê próprio, carro, motorista… Mas não cumpriram com nada do que falaram. Tenho muitas outras verdades a falar contra as mentiras que estão a propagar, mas prefiro que o tempo mostre a todos a realidade e que a justiça de Deus prevaleça contra os ímpios. E isso tem acontecido, graças a Deus. Ele é fiel e não falha.”

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.