Padrasto suspeito de espancar menino de dois anos é assassinado em Rio Tinto

O padrasto do menino de dois anos internado com sinais de espancamento foi assassinado em Rio Tinto, Litoral Norte da Paraíba. O crime aconteceu neste sábado (24), na Vila Regina. A criança foi internada no Hospital de Trauma de João Pessoa na terça-feira (20), e nessa data já havia a suspeita sobre ele e a mãe do menino.

O homem se apresentou à Polícia Civil na manhã de quinta-feira (22) e negou que tenha espancado a criança e acusou a companheira dele, de 17 anos, mãe do menino.

A criança de dois anos foi submetida a exame de corpo delito e, se comprovada a agressão, a mãe pode cumprir medidas socioeducativas, por ser menor. O padrasto, se estivesse vivo e fosse considerado culpado, poderia responder por maus tratos e ficar preso por até quatro anos em regime fechado.

A assessoria de imprensa do Hospital de Trauma da Capital informou ao ParlamentoPB que o menino de dois anos segue internado em estado regular.

Até a manhã deste sábado, não havia informações sobre o autor e motivo confirmado para o assassinato do padrasto suspeito.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.