Mário Tourinho

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal


Orgulho de um povo: Juliette, no BBB! Ananda, no MIT!

 

O orgulho, aqui focado, é em seu sentido puro, e não de arrogância. Corresponde, pois, ao sentimento de satisfação pela ocorrência de fatos positivos (sobretudo éticos) que direta ou indiretamente envolvam cada pessoa. Tem-se, por exemplo, orgulho do(a) filho(a) por suas atitudes e/ou conquistas importantes. Tem-se, também, orgulho da cidade, do estado ou do país de nascimento ou de escolha para viver, tanto pela comunidade em si mesma (com suas belezas naturais e de um povo ativo, organizado e solidário), quanto por sua eficiência organizacional para propiciar qualidade de vida aos seus habitantes e visitantes!

O orgulho de um povo, este orgulho que se irradia por cada uma ou na maioria das pessoas que o integram, desponta, portanto, até ao assistir-se na TV um “reality show” como, neste domingo, o musical “The Voice +”, em que uma participante apresentou a canção “Chão de Giz” e, em seguida aos intensos aplausos, os “jurados” enalteceram a beleza da canção e exaltaram seu compositor, o paraibano Zé Ramalho! E aí, como paraibanos, ficamos orgulhosos por esta exaltação ao conterrâneo, também autor de outras imortais canções como “Avôhai” e “Admirável gado novo”!…

De igual modo, estamos orgulhosos em relação à paraibana Juliette Freire, maquiadora e advogada nascida em Campina Grande e que está fazendo o maior sucesso como participante do “BBB 21”, da Rede Globo de Televisão, ela – Juliette – constituindo-se, neste momento, no mais importante e citado nome desta edição do referido “reality show”!…

E como igualmente (e “paraibanamente”) estamos orgulhosos em razão de outra conterrânea, esta de apenas 17 anos, Ananda Tereza Santos Figueiredo, filha dos radialistas Aníbal Junior e Duda Santos, residentes no bairro  do Cristo Redentor (João Pessoa): ela foi aprovada para o curso de astrofísica do MIT (Massachusetts Institute Technology), dos Estados Unidos da América, uma das mais importantes universidades do mundo!… Vale destacar que Ananda também foi aprovada para outras quatro universidades americanas, mas, claro, escolheu o MIT, portanto com bolso de estudos nessa universidade (particular) cuja anuidade está em torno  dos 82 mil dólares (quase R$ 500 mil)!…

Voltando à paraibana Juliette, do “reality show” BBB 21, ela – pela “dor de cotovelo” de parte dos outros participantes, mas, neste caso, indicada pela atribuição que é dada ao líder da semana, foi escolhida para o chamado “paredão” cujo resultado ocorrerá no programa da terça feira, dia 30. A repercussão de seu nome como provável vencedora do BBB 21 é tanta que a avaliação que está sendo feita é a de que ela – Juliette – receberá bem menos votos (para “eliminar”) que seus dois outros concorrentes nesse “paredão” (a brasiliense Sara Andrade e o cantor sertanejo Rodolfo) e, portanto, seguirá no programa que só se encerrará em começo de maio. Seus torcedores, porém, como nós todos paraibanos, não podemos “dormir em berço esplêndido” e deixar que a votação ocorra sem nossa participação, não! Para que a tenhamos na caminhada para a final desse “reality show”, precisamos participar… votar para a eliminação de alguém que não ela! E continuarmos vendo Juliette como representante paraibana, dizendo, perante as dezenas de câmeras televisivas, e para milhões de telespectadores, os seus “oxen, menino!” e “eita, mulinga!”.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.