Operação combate furto de energia no centro de João Pessoa

Quinze equipes da Energisa, concessionária de energia elétrica da Paraíba, realizaram nesta quarta-feira, 1º de junho, no centro de João Pessoa, uma operação de fiscalização e combate às ligações clandestinas de energia elétrica.  Investigações feitas pela empresa apontaram um grande número de irregularidades nos imóveis da região. A fiscalização foi concentrada na rua Deputado Odon Bezerra e na avenida Monsenhor Walfredo Leal.

Até o fim do dia, foram encontradas ligações clandestinas em onze unidades consumidoras, inclusive em estabelecimentos comerciais como clínicas e restaurantes.  As irregularidades foram sanadas e as redes e quadros coletivos desses consumidores blindados. A operação será mantida na região durante todo o mês de junho.

No Estado da Paraíba, o furto de energia, no período de 12 meses, gira em torno de 300 GWh, quantidade que corresponde ao consumo de cinco meses de um município do porte de João Pessoa. O prejuízo estimado para a empresa é de cerca de R$ 100.000.000,00 e para o Estado de R$ 25.000.000,00 que deixa de arrecadar ICMS sobre o consumo.

Em 2010, a Energisa executou mais de 40 mil inspeções, com aplicação de mais de 25.000 termos de ocorrência de irregularidade. Hoje, o problema de furto de energia no Estado é crônico e ocorre em toda a sua extensão, sem exceções. O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, e a pena varia de 2 a 8 anos de reclusão.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.