ONU diz que mais de 200 fossas com restos mortais foram achadas no Irã

Pelo menos 202 valas comuns, com restos de milhares de corpos, foram achadas até o momento em áreas que eram controladas, entre 2014 e 2017, pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Iraque, informou n esta terça-feira (6) a Organização das Nações Unidas (ONU).

“Embora seja difícil determinar o número total de pessoas nessas fossas – o menor local no oeste de Mossul tinha os restos de oito corpos -, acredita-se que a maior esteja em Jasfa, ao sul de Mossul, que pode conter milhares de corpos”, disse em comunicado a missão da ONU no Iraque (Unami) e o Escritório da ONU para os Direitos Humanos.

O governo iraquiano anunciou a “derrota” do Estado Islâmico em dezembro de 2017, depois de ter ocupado durante três anos grandes parte do território.

Agência Brasil

Comentários